Topo

Professor é detido após confusão com a PM em escola ocupada em Pinheiros

Erick Florio/Futura Press/Estadão Conteúdo
Confusão começou porque policiais começaram a anotar nomes de estudantes Imagem: Erick Florio/Futura Press/Estadão Conteúdo

Lucas Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

2015-11-11T14:31:36

2015-11-11T16:15:48

11/11/2015 14h31Atualizada em 11/11/2015 16h15

Um professor de geografia foi detido durante uma confusão em frente à Escola Estadual Fernão Dias, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, no início da tarde desta quarta-feira (11). Os estudantes ocupam desde ontem a escola contra a reorganização da rede proposta pela Secretaria da Educação.

A confusão começou porque policiais começaram a anotar os nomes de alguns alunos que estão na ocupação da escola. Contrários à ação da PM, manifestantes tentaram impedir o que chamaram de "fichamento" dos adolescentes e avançaram sobre a faixa de isolamento. Os policiais regiram.

O professor José Roberto Guido foi imobilizado pelos PMs e, em seguida, foi encaminhado à Base Móvel da polícia, que foi instalada perto da escola. A polícia alega desacato.

"Iam sair três meninos. O Guido falou que não era preciso dar o RG para a PM. Entenderam que era desacato à autoridade. Acho que está chegando ao máximo da arbitrariedade. Isso não justifica a prisão de ninguém. Nosso advogado está indo com ele e vamos acompanhar", disse Maria Izabel Noronha, presidente da Apeoesp (sindicato dos professores).

Ato de manhã

Por volta das 6h30, um ato foi realizado em frente à escola em apoio à ocupação. Ao som de uma banda e apoio de movimento sem teto, participantes de movimentos estudantis entoavam gritos de guerra em defesa da educação.

Eles montaram barracas, passaram a noite em frente ao colégio e fecharam uma das pistas da avenida Pedroso de Moraes, na região oeste de São Paulo. 

A Escola Estadual Fernão Dias não vai fechar, porém terá apenas um ciclo de ensino. Os alunos temem a superlotação das salas com a chegada de estudantes de outras instituições.

Mais Educação