Topo

PM usa gás de pimenta contra estudantes na E.E. Fernão Dias mais uma vez

Lucas Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

2015-11-12T19:59:30

2015-11-12T20:41:50

12/11/2015 19h59Atualizada em 12/11/2015 20h41

A Polícia Militar (PM) usou gás de pimenta para dispersar estudantes na frente da E.E Fernão Dias, no começo da noite desta quinta (12). É a segunda vez que os policiais utilizam esse expediente -- o mesmo ocorreu na manhã de ontem.

A confusão começou por volta das 19h20, quando os policiais tentaram deter um dos manifestantes. Segundo o capitão Cunha Neto, os policiais desconfiaram do rapaz por ele estar filmando os policiais que cercam a escola e decidiram revistá-lo.

Ao perceber a movimentação da PM, os outros manifestantes se aglomeraram para defender o colega. E os policiais revidaram com gás de pimenta. O enfrentamento durou cerca de dez minutos.

O rapaz foi revistado pelos policiais, rodeado pelos outros manifestantes, e se constatou que ele só trazia objetos de uso pessoal. "Verificamos os dados do rapaz e ele não é procurado pela polícia", disse Cunha Neto. "Foi relacionado tudo na presença de um advogado, houve a vistoria e, nada constatado, ele foi liberado." 

Os ânimos já estavam ficando acirrados com a chegada de um grupo da Tropa de Choque ao local, cerca de uma hora antes.

seis escolas ocupadas no Estado de São Paulo.

Reintegração de posse

O terceiro dia de ocupação foi marcado pela espera da notificação para reintegração de posse obtida pelo Estado.

Por volta das 18h, um oficial de Justiça levou a liminar de reintegração de posse e a possibilidade de uma reunião de conciliação que será na tarde de sexta (13). 

Os estudantes se reuniram e decidiram, em assembleia, aceitar o diálogo.

 

Mais Educação