Modelo de aparelho respiratório

Cristina Faganeli Braun Seixas

Objetivos

1) Observar e relacionar o modelo respiratório ao próprio funcionamento do corpo;

2) Reconhecer os órgãos envolvidos na respiração;

3) Identificar a importância do diafragma para o processo respiratório.

Comentário introdutório

A maioria das pessoas reconhece a importância da respiração para a nossa sobrevivência, mas não percebe os órgãos envolvidos e como o diafragma e os músculos intercostais ajudam e muito neste processo.

Através da construção deste modelo respiratório, esta temática ficará bem explícita e didática, ocorrendo assim um conhecimento efetivo.

Materiais

  • 1 garrafa pet com tampa;
  • 3 bexigas;
  • 2 canudos;
  • elástico ou barbante;
  • vela ou cola quente.

    Procedimentos

    1) Solicitar previamente os materiais aos alunos;

    2) Pedir para que cortem o fundo da garrafa pet;

    3) Furar a tampa, a fim de que passem os dois canudos pelo orifício;

    4) Após colocar os canudos no orifício, vede a tampa com a parafina da vela acesa ou com cola quente;

    5) Na outra extremidade dos canudos (dentro da garrafa) prenda uma bexiga em cada um utilizando o elástico ou o barbante;

    6) Por fim, corte uma bexiga ao meio e coloque no fundo da garrafa, prendendo-a. Agora é só observar e descrever o processo respiratório, enfatizando a relação entre o diafragma e a respiração.

    Sugestões e dicas

    Pode-se comparar os órgãos do sistema respiratório com outros seres vivos, como por exemplo, aves, anfíbios, etc.

    Também é possível a comparação quanto ao modo de respiração em diferentes ambientes, como o aquático que possui animais com respiração branquial e pulmonar. Já no ambiente terrestre, pode-se comparar a respiração cutânea dos anfíbios, por exemplo.

  • Cristina Faganeli Braun Seixas
    é bióloga e professora da Fundação Bradesco (Unidade I - Osasco)

    

    Shopping UOL

    UOL Cursos Online

    Todos os cursos