Consumismo e adolescentes





Autor Érica Alves da Silva




Comentário introdutório

A inadimplência entre a população jovem no Brasil tem alcançado altos índices: é cada vez maior o número de jovens brasileiros que apresenta um interesse especial em fazer compras e que gasta a mesada ou o salário antes do mês acabar. Isso justifica uma análise dos hábitos de consumo dos alunos, para que reflitam sobre o papel deles como consumidores.

Tratar deste tema é também importante para que os estudantes reconheçam a historicidade do uso do dinheiro, que possam perceber que a relação com o dinheiro se transforma historicamente e também espacialmente. Com este exercício, eles certamente terão condições de perceber o poder dos jovens e adolescentes sobre o mercado - que anima muitos setores da economia. Esta também é uma oportunidade dos jovens colocarem-se criticamente em relação às próprias escolhas perante a variedade que o mercado oferece.

Objetivos

1) Debater os hábitos de consumo entre os jovens e a influência deles nas compras das famílias brasileiras;

2) Promover reflexões sobre o valor e uso histórico do dinheiro;

3) Debater o quanto a educação financeira pode contribuir para um futuro mais seguro àqueles que sabem administrar os próprios gastos.

4) Reconhecer as campanhas publicitárias como fonte para a História.

Estratégias

1) Inicie a abordagem da temática perguntando aos alunos o que acham que significa ser consumista. Deixe que eles se coloquem e registre na lousa as informações apresentadas. Faça isso em tópicos e deixe anotado até o final da aula, quando se retornará ao que o grupo apresentou inicialmente. Assim, será possível recuperar o que os alunos já conhecem sobre o assunto, de maneira que as experiências deles façam parte da construção do conhecimento.

2) Utilize questões para começar o debate sobre o uso do dinheiro na atualidade. Sugestões: quais são os meios que o jovem utiliza atualmente para fazer suas compras (cartão de crédito, débito, dinheiro - pagamento à vista -, cheques etc.)? Quais são os principais objetos de consumo e com qual periodicidade ele troca essas mercadorias?

3) Escolha algumas propagandas em que o apelo ao público jovem seja evidente. Utilize campanhas publicitárias de diferentes meios de comunicação: revistas, jornais, televisão, rádio etc. Deixe que os alunos entrem em contato com o material e que analisem de que maneira são chamados ao consumo. Dessa forma, eles construirão suas conclusões e o professor trabalhará como facilitador no processo de aprendizagem, ao invés de simplesmente apresentar a problemática. Obviamente, se alguma observação importante não for feita pela turma, o professor pode propor questões que os conduzam a ela.

4) Entregue diferentes textos sobre o consumismo aos alunos, que devem estar dispostos em grupos. Depois da leitura do material, peça que escrevam coletivamente um texto jornalístico (toda a sala precisa colaborar com as informações que os diferentes materiais oferecem).

Observação: esse texto pode ser exposto para o restante da escola (use um mural). Se o professor tiver diferentes turmas, a própria construção do texto pode ser posteriormente objeto de análise sobre o que foi dito e o que não foi por cada turma.

5) Por fim, retome as informações dadas pelos alunos ao iniciar a aula (que estão registradas na lousa) e faça o fechamento da abordagem da temática. Esclareça o assunto ao mesmo tempo em que registra os novos conhecimentos que os alunos apresentarem.

Atividades

1) Peça aos alunos que entrevistem os pais. A finalidade é fazer uma reflexão sobre os hábitos de consumo e a influência deles nos gastos familiares. Crie questões em que primeiro o aluno responda e depois a família avalie as ações do aluno.

2) Leia algumas das entrevistas em sala e procure definir com os alunos o que é prioridade de consumo entre o grupo e se, depois da reflexão, isso se reestruturaria.

3) Peça aos estudantes que tragam outras campanhas publicitárias em que o jovem é alvo e que apresentem a análise dos materiais para a sala.

Sugestões e dicas

No questionário entregue aos alunos, podem estar presentes questões direcionadas aos membros da família que estejam na 3ª idade. As perguntas devem ser orientadas para que se perceba as transformações nos hábitos de compra, tanto nos meios para efetuá-las (cartões de crédito, débito etc.) como também nos objetos de desejo.

Dessa maneira, além de contar com a participação da família, os alunos poderão perceber que as transformações na história ocorrem constantemente e que todos os sujeitos históricos participam das mesmas.

Érica Alves da Silva
é historiadora.

UOL Cursos Online

Todos os cursos