História em quadrinhos

Fernanda Glaessel Ramalho

Ponto de partida

Objetivos de leitura

1. Incentivar a prática da leitura, o desejo e o prazer de ler.

2. Possibilitar o contato direto das crianças com textos reais.

3. Conhecer esse gênero textual em sua estrutura e função, percebendo características da linguagem das histórias em quadrinhos. Estudar os tipos de balões, seqüência de diálogos, temática, etc.

4. Incentivar as crianças a lerem mesmo quando ainda não sabem ler convencionalmente.

5. Valorizar a leitura como fonte de prazer e entretenimento.

6. Favorecer algumas aprendizagens importantes: sobre o fato de todo escrito poder ser lido, sobre a linguagem que se usa para escrever, sobre a disposição gráfica dos diferentes gêneros textuais.

7. Compreender a história por seu contexto.

8. Ampliar o vocabulário na língua inglesa.

Antes da leitura

1. Conversar com o grupo sobre o que é uma história em quadrinhos e quais as favoritas de cada um.

2. Levantar conhecimentos prévios sobre a estrutura e a característica lingüística desse gênero textual. (balões, expressão dos personagens, diálogos, onomatopéias...)

3. Escrever na lousa "Mônica's gang" e dizer que iremos ler uma tirinha desses personagens. A idéia nesta etapa é que as crianças consigam relacionar Mônica's Gang à Turma da Mônica.

4. Listar na lousa o nome dos personagens da Turma da Mônica que as crianças conhecem, discutindo suas características e histórias. Ex: O personagem Cebolinha que troca a letra R pelo L.

Durante a leitura

1. Projetar em transparência a tirinha que será lida e entregar uma cópia para cada criança ou dupla.

2. Realizar a leitura. Perguntar o que as crianças entenderam da história.

3. Levantar diferenças em relação às tirinhas em português (nome dos personagens; letra trocada por Cebolinha).

4. Perguntar se não entenderam alguma palavra. Em caso afirmativo tentar fazê-los compreender através do contexto e não traduzindo.

5. Destacar o uso reduzido da palavra You. (Yá).

Depois da leitura

1. Oferecer outras tirinhas da Turma da Mônica.

2. Pedir que escrevam as falas dos persongens de uma outra tirinha e, depois, comparar o texto produzido com o texto original. Discutir as diversas possibilidades, sempre atentando para adequação do texto verbal ao texto não-verbal e à coerência em relação ao que já sabemos sobre os personagens.

Fernanda Glaessel Ramalho
é pedagoga, formadora de professores e professora de inglês da Escola Castanheiras.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos