Topo

Planos de aula

Ensino médio

Artes - Cotidiano na pop art

Daily Mail/Press Association Images
Imagem: Daily Mail/Press Association Images

Valéria Peixoto de Alencar

Cotidiano na pop art

Objetivos

1) Estudar o movimento da arte pop.

2) Produzir uma pintura a partir da estética pop e de objetos cotidianos.

Comentários

A pop art foi um movimento que se iniciou na década de 1950, muito importante e muito atrativo para trabalhar com alunos, pois trata de situações, pessoas ou objetos do dia a dia. Com essa aula, intenciona-se conhecer melhor uma das características estéticas da arte pop que é a expressão pura de um objeto cotidiano num fundo de uma cor só, como Andy Warhol fazia, por exemplo, com o uso da técnica da serigrafia. Aqui, porém, faremos uma pintura.

Material

O texto Pop art: cultura popular e crítica do UOL Educação é um ótimo ponto de partida para essa aula.

Para a atividade:

Fotografias atuais

Papel

Tinta

Pincel

Estratégia

1) Leitura e interpretação dos textos. 2) Leitura de obras da pop art, especialmente os retratos em serigrafia de Andy Warhol.

Atividade

Os alunos devem levar, reveladas, fotografias do cotidiano, o professor pode delimitar um tema: dentro de casa, supermercado, feira etc.

A partir das fotos, que os alunos devem trocar entre si, eles escolherão um objeto a ser ampliado e pintado.

Importante na pintura: oriente-os a escolher a cor de fundo, uma única, e a(s) cor(es) do objeto não precisam ser iguais a da fotografia. Como nos retratos que Andy Warhol realizou de celebridades, por exemplo, e outros objetos em serigrafia.

Exposição e discussão sobre os trabalhos.

Sugestões

1. Para alunos do Ensino Fundamental I, uma boa sugestão é fotografar a casa por dentro, pois, especialmente nas séries iniciais, é estudado na disciplina de Geografia, a casa.

2. Para alunos do Ensino Fundamental II, importante aprofundar a discussão na crítica do movimento de arte pop à sociedade de consumo tanto na estética como nas técnicas utilizadas.

3. Interdisciplinaridade com História.

é historiadora formada pela USP e Mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp. É uma das autoras do livro Arte-educação: experiências, questões e possibilidades (Editora Expressão e Arte).

Mais Ensino médio