Sorteando advérbios

Ana Rosa Silva

Objetivo

Estudar os advérbios e sua classificação.

Comentário

O advérbio é a palavra invariável que exprime circunstâncias e modifica o verbo, o adjetivo ou o próprio advérbio.

Na oração, desempenha a função de adjunto adverbial.

Classificam-se em vários tipos:

Lugar: aqui, ali, lá, acolá, cá, aquém, perto, longe, fora, dentro, onde, acima, adiante, junto, em algum lugar.

Tempo: agora, já, logo, cedo, tarde, antes, depois, sempre, nunca, jamais, hoje, ontem, amanhã, outrora, breve.

Modo: bem, mal, melhor, pior, depressa, devagar, assim, certo. (Nesse caso é bom deixar claro que, em geral, consideram-se também os adjetivos femininos acrescidos do sufixo -mente).

Negação: não, nunca, jamais, tampouco.

Afirmação: sim, realmente, pois, não, pois sim, certamente, efetivamente, positivamente.

Dúvida: talvez, provavelmente, por acaso, porventura, quiçá.

Intensidade: bastante, muito, pouco, menos, mais, tão, tanto, quão, quanto.

Estratégias

O professor deverá preparar de antemão algumas orações, com ou sem advérbios, escritas num pedaço de papel e colocadas em um recipiente que pode ser um saquinho ou uma caixa pequena.

Atividade

Inicie separando os alunos em seis grupos, identificando-os por números de um a seis.

O grupo 1 deverá sortear uma frase e ler para o grupo 2. Este deverá identificar e classificar o advérbio que eventualmente esteja contido nela.

Em seguida, o grupo 2 sorteia outra frase e lê para o 3 e assim sucessivamente. Depois invertem-se os papéis. O exercício acaba quando todos os grupos tiverem apresentado respostas corretas.

Ana Rosa Silva
é professora de português do ensino fundamental e médio da rede estadual de ensino de São Paulo.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos