Entender o sistema nervoso





Autor Cristina Faganeli Braun Seixas




Objetivos

1) Identificar as partes do sistema nervoso (central, periférico e autônomo) e reconhecer a importância dele;

2) Perceber a relação dos outros sistemas do corpo com o sistema nervoso.

Comentário introdutório

O nosso sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central (encéfalo: cérebro, cerebelo, bulbo e medula espinhal) e periférico (nervos cranianos e raquidianos).

O sistema nervoso central é o que comanda várias funções em nosso corpo, sendo primordial para o bom funcionamento do mesmo, pois o cérebro é responsável pela percepção das diferentes sensações através dos sentidos, inteligência, memória, entre outros. O cerebelo é responsável pelo equilíbrio e o bulbo tem uma região denominada nó vital, que comanda os movimentos respiratórios e os batimentos cardíacos, principalmente.

O sistema nervoso periférico leva as informações do cérebro ao corpo e do corpo ao cérebro.

Há também o sistema nervoso autônomo, que se subdivide em: simpático e parassimpático. O primeiro faz com que o organismo reaja a uma determinada ação, prazerosa ou de estresse, por exemplo, enquanto que o parassimpático faz com que o organismo volte em seu estado normal.

Estratégias

1) O ponto de partida será a leitura dos seguintes textos do site Educação:

 

2) Divida a classe em três partes, sendo que os alunos da primeira parte lerão em dupla ou trio o texto "Encéfalo e sistema nervoso: e os neurônios?". Essa estratégia deverá ser utilizada para as outras duas turmas separadas inicialmente.

3) Peça que alguma dupla que trabalhe o texto acima explique, espontaneamente, as informações contidas nele. As outras duplas podem complementar o que for necessário.

4) Esse mesmo procedimento deverá ser realizado com os textos "Encéfalo e sistema nervoso" e "Dos receptores à medula espinhal".

5) Após as explicações e possíveis discussões sobre o assunto, organize as informações na lousa.

6) Solicite aos alunos que tragam como lição de casa, por escrito, um fato ocorrido com algum familiar, por exemplo, ou uma história relacionada à reação de uma pessoa diante de uma situação de medo ou alegria, descrevendo-a.

7) Após a leitura de algumas situações, explique através de uma aula expositiva as reações do sistema nervoso autônomo, relacionando-o aos diferentes sistemas do corpo.

Sugestões e dicas

Solicite aos alunos que desenhem o sistema nervoso central e periférico. Peça ainda para que ilustrem uma situação problema como, por exemplo, o caminho que uma informação (toque em uma panela quente, por exemplo) percorre ao perceber a sensação, ser "decodificada" pelo cérebro e obter a reação.


Os alunos devem pesquisar sobre as diferentes anestesias e a atuação delas no corpo, relacionando-as ao sistema nervoso.

Também é interessante dramatizar situações problemas na sala, a fim de identificar possíveis reações do sistema nervoso autônomo.

Cristina Faganeli Braun Seixas
é bióloga e professora da Fundação Bradesco (Unidade 1 - Osasco).

UOL Cursos Online

Todos os cursos