PUBLICIDADE
Topo

Ensino Fundamental

Física - Astronomia: o sistema solar

Luís Fábio Simões Pucci

Astronomia: o sistema solar

Objetivo

Caracterizar os principais astros do sistema solar e construir um modelo em escala, utilizando relações matemáticas para visualizar a distribuição espacial dos planetas (tamanhos em relação a distâncias).

Ponto de partida

Leitura ou apresentação de textos didáticos e paradidáticos. Nos textos e apresentações, devemos destacar o confronto, no processo histórico, entre os modelos geocêntrico e heliocêntrico.

Nomes como Galileu, Copérnico, Kepler e Newton estão relacionados com esse processo histórico e podem ser abordados nas apresentações ou sugeridos como tópicos de pesquisa.

Outra possibilidade é assistir a documentários sobre o tema "Sistema solar" (disponíveis na programação de canais como o Discovery Channel ou na série Cosmos, entre outros).

É importante que o professor direcione os trabalhos e os materiais de leitura para a construção de conceitos básicos. No final, o educador deve avaliar se os alunos dominam os conceitos de "estrela", "planeta", "satélite natural", "aceleração da gravidade" e "órbita".

Estratégia

Leituras, pesquisa e construção de modelo em escala do sistema solar, em grupos de, no máximo, três alunos.

Atividade

  • Terra, Vênus (atrás), Marte, Mercúrio e o planeta-anão Plutão (frente) em tamanhos comparativos.

Parte 1

Como atividade de introdução ao tema, é interessante trabalhar em sala de aula os conteúdos que versam sobre o tema "Terra e sistema solar", em especial aqueles que permitam aos alunos conhecer o Sol, os planetas e os seus principais satélites. Para isso, podem ser usados livros, vídeos, pesquisas e softwares de simulação.

Para consolidar os estudos e favorecer a visualização do sistema em escala, já que isso não é possível com as leituras e pesquisas bibliográficas, uma atividade interessante é pedir que os alunos construam, em grupos, um modelo em escala do sistema solar.

Essa atividade faz com que os alunos sintam-se desafiados a pesquisar, calcular e construir uma maquete simples do sistema, que levará em conta o tamanho dos planetas e as distâncias que eles guardam em relação ao Sol. Para isso, nessa escala, vamos adotar que o Sol assuma o tamanho de uma bola de basquete. Traga uma bola para a sala de aula e coloque o desafio: qual seria o tamanho dos demais planetas se o Sol tivesse o tamanho de uma bola de basquete?

Ofereça livros, revistas ou sites da web para eles pesquisarem o tamanho (diâmetro equatorial) do Sol e dos outros planetas. Os alunos podem montar uma tabela como a colocada abaixo - e devem fazer todos os cálculos necessários, podendo utilizar uma calculadora. Aqui, apresentamos alguns resultados possíveis:

AstroTamanho real aproximado (em km)Tamanho reduzido (aproximado)
Sol1.400.000bola de basquete
Mercúrio4.878cabeça de alfinete
Vênus12.101semente de mamão
Terra12.756semente de mamão
Marte6.788semente de uva
Júpiter142.796bola de tênis
Saturno120.000bola de pingue-pongue
Netuno50.800bola de gude
Urano49.500bola de gude

Observação: procure um espaço adequado na escola, onde os alunos possam apresentar seus trabalhos.

Parte 2

Também é possível pedir, caso o professor tenha tempo, uma continuação do trabalho, agora tratando da distância que cada planeta guarda em relação ao Sol. Basta supor uma distância adequada (em escala de redução) entre a Terra e o Sol (por exemplo, 30 metros, distância possível de ser representada numa quadra de esportes).

Utilizando uma tabela de distâncias reais, os alunos podem estabelecer em que ponto cada planeta deveria ficar, usando os objetos que resultaram da primeira parte da atividade.

Basta colocar o Sol (a bola de basquete), a Terra (semente de mamão) a 30 m dele, e, depois, pedir para que os alunos coloquem os demais planetas. Eles terão uma excelente idéia da vastidão do Sistema solar - e do Universo.

Referências

Introdução aos movimentos celestes

As leis de Kepler e Newton

Rotação, translação, precessão e nutação

Site da NASA

BAROLLI, Elisabeth; GONÇALVES FILHO, Aurélio. Nós e o universo. 2. ed., São Paulo: Scipione, 1991.

PUCCI, L. F. Espaço, o último desafio. São Paulo: Devon, 2002.

SAGAN, Carl. Cosmos. (Há o livro e, também, série da tevê, disponível em DVD.)

Ensino Fundamental