A terapia de reversão da orientação sexual

Antonio Carlos Olivieri, da Página 3 Pedagogia & Comunicação

  • Rovena Rosa/Agência Brasil

    Parada do orgulho LGBT lota a avenida Paulista, em São Paulo

    Parada do orgulho LGBT lota a avenida Paulista, em São Paulo

 

Um assunto sensível transformou-se em notícia em setembro passado (2017), quando um juiz federal autorizou psicólogos a realizarem a chamada "terapia de reversão de orientação", denominada de "cura gay" por seus críticos. O ato judicial, evidentemente, não considera a homossexualidade uma doença, mas, mesmo assim, a sentença desagradou o Conselho Federal de Psicologia e ativistas LGBT, que protestaram contra a liminar do juiz nas ruas e nos meios de comunicação. Posicionamentos a favor da terapia de reversão ou contra ela, bem como alguns questionamentos são apresentados na coletânea que informa esta proposta de redação. Com base nesses textos e em seus conhecimentos sobre o tema, produza uma dissertação argumentativa, declarando como você se posiciona sobre o assunto e defendendo o seu ponto de vista. Terapias psicológicas para reverter a orientação sexual de uma pessoa devem ou não ser empregadas ou proibidas? Por quê?

 

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos