Como melhorar a educação, sem valorizar o professor?

Antonio Carlos Olivieri, da Página 3 Pedagogia & Comunicação

  • Reprodução/Facebook/Marcia Friggi

    A professora Marcia Friggi publicou numa rede social o estado em que ficou o seu rosto, após sofrer a agressão de um aluno: um corte aberto em um dos supercílios, um olho inchado e o nariz sangrando

    A professora Marcia Friggi publicou numa rede social o estado em que ficou o seu rosto, após sofrer a agressão de um aluno: um corte aberto em um dos supercílios, um olho inchado e o nariz sangrando

 

Todos sabem: o país precisa melhorar muito seu sistema educacional e investir na educação, para progredir. Não só isso: sabe-se o papel que a educação também desempenha no nível pessoal, sendo decisiva para o sucesso no trabalho. Há décadas, várias medidas vêm sendo tomadas pelo Governo Federal, seguido pelos governos estaduais e municipais, para avançar na solução do problema. Criaram-se exames nacionais de avaliação do estudante, construíram-se escolas, reformulam-se currículos, etc. No entanto, uma peça-chave do processo é sempre deixada de lado: o professor. Num ranking internacional sobre a valorização social do professor, o Brasil ficou no penúltimo lugar. Além da desvalorização, ainda são comuns o desrespeito dos alunos e de seus pais, para não falar em casos de agressão aos mestres, como aconteceu recentemente em Santa Catarina. Diante disso tudo, queremos saber: é possível melhorar a educação no Brasil sem levar em conta a situação do professor? O que deve ser feito para melhorá-la, não só no âmbito salarial? Como trazer dignidade, respeito e até segurança ao principal responsável pelo processo educacional? Redija uma dissertação argumentativa sobre esse problema.

 

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos