Melhorar a educação sem valorizar o professor

NOTA 2,5

Melhorar a educação sem valorizar o professor e é a mesma coisa que nada, afinal nada. Afinal, os professores do Brasil fazem isso na esperança de melhorar o nosso pais, então país. Então, para melhorar nossa educação além de investimentos educação, além de investimentos, devem valorizar mais nossos professores A educação ela professores. A educação vem de casa, os pais dos alunos são responsáveis por educa-los, não os professores educar o seus filhos, mas infelizmente educá-los e não os professores. Porém, infelizmente, o que vemos é são pais irresponsáveis deixando seus filhos na escola, como se os professores tivessem a obrigação de ensina ensinar e educar os seus filhos, o professor ele filhos. O professor tem a obrigação de ensinar apenas Infelizmente apenas. Infelizmente, vemos e ouvimos professores reclamando, que alunos ameaçam e ate até mesmo agridem verbalmente, isso é muito triste de se ver e de se ouvi ouvir. Os professores entram em greve para tentar melhorar a educação, para tentar melhorar a situação dentro das escolas e eles não recebem o respeito e a atenção que eles merecem infelizmente. É impossivel impossível melhorar uma a educação, sem valorizar os nossos professores.

Comentário geral

 

Texto muito fraco, que nem sequer é dividido em parágrafos. Mas, em termos de linguagem, há muitos problemas e erros, além da falta de paragrafação: erros de pontuação, de acentuação, de uso incorreto de terminações verbais. Enfim, o quesito linguagem não merece mais do que meio ponto. O conteúdo, infelizmente, também não é dos melhores, primando pela banalidade e por uma grande contradição. Ao longo do texto, o autor estabelece uma diferença em educar (mostrar como se comportar em sociedade) e ensinar (instruir, transmitir o conhecimento), dizendo que educar cabe aos pais e ensinar cabe aos professores. No entanto, ele conclui que é impossível melhorar a educação sem valorizar o professor, esquecendo-se da diferença que ele mesmo havia estabelecido entre educar e ensinar.

 

Aspectos pontuais

 

Parágrafo único:

a) Os professores fazem isso? Fazem isso o quê?

b) Devem? Quem deve? Em termos de conteúdo, está claro que o aluno não tem em mente um sujeito indeterminado.

c) Todo o trecho final não chega a constituir nem uma argumentação e nem uma sugestão de solução para o problema.

c) Agridem verbalmente? Será que o autor não viu a foto que ilustra a proposta de redação? Aquilo é uma agressão verbal?

d) Todo o trecho vermelho no fim do texto não acrescenta nada ao que foi dito antes, além da já apontada contradição entre educação e ensino.

 

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 2,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos