PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Março/2020 Carnaval e apropriação cultural

Redação corrigida 0

Carnaval ou cultura

Inconsistente Erro Correção

O carnaval Carnaval chegou ao Brasil no período colonial assim sendo colonial. Assim sendo, os escravos pintava pintavam os rostos e saiam saíam nas às ruas. Tradicionalmente aos católicos Tradicionalmente, para os católicos, é o marco do início da Quaresma Quaresma, 40 dias segue que seguem até a sexta-feira santa Sexta-feira Santa, dois Dias dias antes da Páscoa.

Em primeira análise, o governador Federal o Governo federal libera um valor a para cada estado ao em incentivo à cultura, empresas cultura. Empresas privadas destinam partes parte dos impostos e aplica aplicam em eventos da festa.

Em segunda análise análise, a brincadeira que encanta diversos turistas de toda a nação atrai, também a também, grandes riscos de vícios e desidratação aos cidadãos no desfile promovendo postos de ambulâncias e policiamento devida a negligencia devido à negligência humana ocasiona mortes acidentais.

Por fim, em 2020, a escola de samba de São Clemente no figurino teve o enredo o Presidente da República, embora o carnavalesco pode-se ser usado para manifestar insatisfações sociais.

Então, o MINSTÉRIO DA EDUCAÇÃO Ministério da Educação deve repensar, e assim repensar o evento e, assim, veria que vale mais gastar o dinheiro da festa carnavalesca com criação de mais escolas com qualidade, mais hospitais públicos, investir em saneamento básico e por fim veria que o carnal Carnaval de fato não é o símbolo da nacionalidade brasileira do século XXI.

Comentário geral

Infelizmente, não é possível atribuir nota maior a essa redação, que fugiu completamente ao tema proposto. Não há sequer uma palavra acerca de apropriação cultural. Não bastasse isso, o texto é um aglutinado de declarações independentes sobre o Carnaval, não havendo nem a coesão que deveria torná-lo um texto propriamente dito, nem muito menos um caráter argumentativo nessas declarações. Quanto à linguagem, os problemas mais graves estão nos parágrafos terceiro e quarto, que não têm organização sintática. Mas há também as expressões "em primeira análise" e "em segunda análise" usadas de modo no mínimo inadequado, pois o autor não analisa nada, apenas expõe fatos. A conclusão é o melhor parágrafo do texto, em termos de linguagem, em conteúdo deixa a desejar, até porque não decorre dos fatos expostos anteriormente.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0
Nota final 0

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.