PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Março/2020 Carnaval e apropriação cultural

Redação corrigida 160

A apropriação cultural contínua

Inconsistente Erro Correção

A apropriação cultural contínua das escolas de samba sobre a diversidade de culturas em suas alegorias e fantasias, expressam fantasias expressam algo sem ao menos ter conhecimento sobre as suas origens e tradições.

Em seu vídeo publicado no youtube Youtube, a ativista Katú Mirim, relata Mirim relata como a sociedade expõe certa cultura e seus modos de agir ao público sem haver estudado sobre a o seu fato histórico e a cada símbolo retratado, torna-se ato de racismo.

Desde o período colonial colonial, é lícito dizer que há uma grande miscigenação de raças, idiomas e diversas culturas no Brasil. E isso faz que a etnia na qual é alvo pertinência seja aberta de modo que tenha conhecimento sobre seus desafios e dificuldades diárias e a cada objeto simbólico estudado. Não tendo teorias sobre o tema abordado pode gerar conflitos entre as raças e a sociedade, gerando violência, derespeito desrespeito e racismo.

Ademais a persistência em demonstrar multiculturas encaradas como homenagem se torna uma ofensa. Tais povos por exemplo como povos, como, por exemplo, negros e indígenas, quando possuem acessórios, roupas e outros objetos do povo branco, tem têm olhares de discriminação sobre a sociedade encaradas de forma etnocêntrica.

Por tudo isso, o ministério de educação e cultura devem Ministério da Educação deve apresentar a comunidade em forma de palestras e práticas em todos os institutos abertos ao corpo social a diversidade de grupos que há em nosso país, e que saibam usufruir este conhecimento e expor tal etnia em grandes eventos com fatos relatados.

Comentário geral

Lamentavelmente, o autor mal consegue se expressar por escrito. É até possível encontrar no texto uma crítica à apropriação cultural, mas em meio a um caos linguístico enorme. A escolha do vocabulário e sua combinação em frases que têm a sintaxe truncada ou que, simplesmente, não apresentam um mínimo de ordem sintática acabam por comprometer todo o texto. Não há uma argumentação explícita na condenação da apropriação cultural, há apenas uma série de afirmações confusas, que talvez façam todo o sentido na cabeça do autor, mas ele não consegue deixá-la clara para o leitor, quanto mais persuadi-lo? O autor precisa aprender a organizar suas ideias, fazendo um esquema daquilo que ele pensa, antes de redigir. Precisa ter em mente que é necessário ser compreendido. Do contrário, o resultado é tão precário que mal pode ser corrigido. A única salvação para o texto seria redigi-lo novamente, por completo.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 20
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 20
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 20
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 20
Nota final 160

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.