PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Março/2020 Carnaval e apropriação cultural

Redação corrigida 600

Carnaval: sinônimo de composição cultural

Inconsistente Erro Correção

A cultura brasileira é resultado da mistura de raças, etnias, crenças, valores, crenças e valores, entre outros elementos. Logo, o carnaval é fruto dessa miscigenação. Por isso, afirmar que essa festa - sinônimo de alegria e união - não deve receber contribuições externas, é externas é um equívoco.

Ademais, na contemporaneidade, vive-se uma realidade globalizada, o que resulta na unificação política, econômica e, também, cultural. As interferências culturais não são mais vistas como uma ameaça, mas sim como um meio de unificar a humanidade.

Nas últimas décadas, os sambódromos têm sido palco de inúmeras questões políticas, geográficas, ideológicas ou étnicas. Essa festa não tem apenas retratado a realidade brasileira brasileira, como também a realidade universal. Destarte, por que não inserir a cultura nativa nos diversos espaços ou contextos?

Intelectuais da literatura, como Oswald de Andrade, defendiam a aglutinação cultural estrangeira para, assim, criar uma nova cultura. Portanto, a troca de culturas é algo idealizado há tempo.

Por conseguinte, é imprescindível que cada indivíduo perceba o povo como um só - único, universal - mesmo repleto de diferenças. Dessa forma, a inserção de culturas distintas, onde quer que seja, será vista como parte de um todo e não como símbolo de discriminação ou preconceito.

Comentário geral

Texto muito razoável, com problemas linguísticos ou conceituais que obscurecem ou deixam vagas as ideias do autor. Veja-se, por exemplo, no primeiro parágrafo o autor se referir a "contribuições externas" e, no terceiro, falar em "cultura nativa", expressões com que, aparentemente, ele pretende afirmar a mesma coisa, isto é, que elementos culturais próprios da nacionalidade ou alheios a ela (por pertencerem a outras culturas), compondo um novo fato cultural. Existe ainda a possibilidade de, por cultura nativa, o autor estar querendo referir-se à cultura indígena e há uma diferença entre o significado de "nativo" e de "indígena". Aliás, a expressão do terceiro parágrafo aparece numa pergunta incompleta. O que são, exatamente, os "diversos espaços e contextos". Há outros problemas conceituais como falar que a globalização resultou em "unificação política", o que de fato não aconteceu. Igualmente, falar em "intelectuais da literatura" é usar uma expressão equivocada para designar um escritor ou literato. Pelo lado positivo, o texto se enquadra no gênero dissertação argumentativa e há um esforço para argumentar em defesa de um ponto de vista. O autor tem potencial para produzir textos melhores, sem dúvida. Para tanto, deve tomar cuidado com a obscuridade, lembrando que é necessário explicar ao leitor em que sentido está usando uma expressão ou um conceito.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 120
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 120
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 120
Nota final 600

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.