Informação no rótulo de produtos transgênicos

Antonio Carlos Olivieri, da Página 3 Pedagogia & Comunicação

  • Reprodução

    O triângulo amarelo com o T alertando para o componente transgênico pode ser retirado das embalagens com a aprovação do Projeto de Lei em trâmite no Senado

    O triângulo amarelo com o T alertando para o componente transgênico pode ser retirado das embalagens com a aprovação do Projeto de Lei em trâmite no Senado

Está em trânsito no Senado Federal um Projeto (PLC n34) que altera a Lei de Biossegurança para liberar os produtores de alimentos de informar ao consumidor sobre a presença de componentes transgênicos, quando essa se der em porcentagem inferior a 1% da composição total de um produto alimentício. Com a leitura dos dois textos que acompanham esta proposta de redação, você verá argumentos pró e contra esse projeto, bem como alguns argumentos do debate existente entre pessoas favoráveis ou contrárias aos alimentos transgênicos. A partir disso, escreva uma redação em forma de carta a um senador qualquer, expondo o seu ponto de vista acerca do projeto de lei. Sua carta deve tentar convencer o leitor de que seu ponto de vista sobre o tema é correto, bem como as razões que você tem para considerá-lo assim. Ou seja, deve ter caráter dissertativo-argumentativo.

Avanço ou retrocesso?

O Projeto de Lei que desobriga os produtores a informar a existência de organismos geneticamente modificados (OGMs) no rótulo de produtos foi aprovado pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado, nesta terça-feira. O relatório do senador Cidinho Santos (PR-MT), favorável à proposta, foi aprovado em votação simbólica. A proposição ainda precisa passar pelas comissões de Assuntos Sociais (CAS) e Meio Ambiente (CMA). (...)

Cidinho disse ser favorável à identificação de alimentos transgênicos, mas sem o uso de um símbolo ostensivo que venha a desvalorizar os alimentos produzidos no Brasil: "Esse projeto é interessante para o país. Não há necessidade de escancarar na embalagem um T bem grande. A especificação pode vir de forma normal no rótulo e sem a necessidade dessa caracterização, como símbolo de caveira para desmerecer o produto brasileiro", argumentou o deputado antes da votação.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) já se manifestou contra o projeto de lei. Para o Idec, a medida representa um "grave retrocesso" e uma "afronta aos direitos dos consumidores, pois impede a informação clara e precisa sobre o uso de ingredientes transgênicos nos produtos".

O Globo

Os dois lados da questão

Os alimentos transgênicos são produtos geneticamente modificados produzidos por meio de técnicas de engenharia genética. Por meio dessas técnicas, é possível inserir genes de organismos diferentes em uma espécie, fornecendo características novas ao produto. Esses genes, que podem ser de outras plantas, animais ou até mesmo micro-organismos, não poderiam ser transferidos naturalmente; portanto, tudo é realizado em laboratório.

Analisando-se os alimentos comuns e os transgênicos, não é possível observar nenhuma diferença física entre eles. Entretanto, os geneticamente modificados possuem características que melhoram seu cultivo e sua produtividade. Os alimentos mais produzidos são aqueles que apresentam grande resistência a pragas, necessitando de menos agrotóxicos. Além desses produtos, existem também espécies de frutas que apresentam maior prazo para amadurecimento e aquelas com maior valor nutricional.

Apesar de parecerem uma ótima alternativa para a agricultura e para a população, a questão dos organismos geneticamente modificados é cercada de dúvidas e receios, principalmente no que diz respeito à saúde humana. Um dos pontos debatidos é que os transgênicos poderiam gerar problemas de alergia a longo prazo. Vale destacar, no entanto, que, após mais de 10 anos de uso, ainda não se registraram danos negativos aos consumidores de organismos geneticamente modificados.

Quando a questão em análise é o meio ambiente, os transgênicos também são severamente atacados, pois o uso de sementes resistentes a pragas pode levar as ervas daninhas e herbívoros à resistência. Essa resistência acarreta um maior uso de agrotóxicos e, consequentemente, aumenta os resíduos desses produtos nos alimentos e no próprio ambiente, desencadeando desequilíbrios ecológicos.

Entretanto, os defensores dos transgênicos afirmam que esses organismos, em vez de prejudicarem o ambiente, ajudam-no. Isso se deve ao fato de que, como a produtividade aumenta, menos áreas são necessárias para o plantio.

Mundo Educação

Caso queira, de fato, participar do debate, você pode acessar esta página do Senado Federal.

Observações

Seu texto deve ser escrito na modalidade formal da língua portuguesa.

Deve ter uma estrutura dissertativa-argumentativa.

Não deve estar redigido sob a forma de poema (versos) ou narração.

A redação deve ser digitada e ter, no mínimo, 800 caracteres e, no máximo, 3.000 caracteres.

De preferência, dê um título à sua redação.

Envie seu texto até 25 de abril de 2018.

Confira as redações avaliadas a partir de 1 de maio de 2018.

A redação pode ser enviada para o e-mail: bancoderedacoes@uol.com.br

Com base nos textos acima, elabore sua redação sobre o tema "Informação no rótulo de produtos transgênicos." Quando ela estiver pronta, envie para bancoderedacoes@uol.com.br

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos