Topo

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez

REDAÇÕES CORRIGIDAS - Abril/2018 Informação no rótulo de produtos transgênicos

Redação corrigida 250

Ibitinga, 7 de abril de 2018.

Erro Alteração Correção

Ibitinga, 7 de abril de 2018.

Caro senador,

Venho por meio desta carta questionar a liberação dos produtores de alimentos de informar ao consumidor sobre a presença de componentes transgênicos em seus produtos, sendo que são geneticamente modificados e produzidos por meio de técnicas de engenharia genética.

Com o uso diário desses produtos, muitas pessoas podem desencadear desenvolver problemas de saúde, como alergia a longo prazo, o aparecimento de genes resistentes aos antibióticos em bactérias para o organismo, entre outros.

A aparição da sigla nas embalagens acabou ajudando muitas outras pessoas que não querem ingerir esses produtos pelo fato de estarem ingerindo genes de plantas, animais, micro-organismos e até mesmo sob a consciência de causar o desequilíbrio ecológico.

As embalagens contendo essa informação é necessária são necessárias tanto para os problemas de saúde quanto nos para os ambientais, e também evitando cada vez mais o uso nos produtos, aumentando assim, as áreas para o plantio.

Atenciosamente,

N.L.L.

Comentário geral

O autor compreendeu a proposta, mas não soube desenvolvê-la adequadamente devido a sua dificuldade de lidar com a linguagem. Com efeito, suas frases, apesar de breves, são marcadas pela confusão e a ambiguidade, de modo que é melhor abordar os problemas pontualmente. É a soma de todos esses problemas, aliado à falta de recursos coesivos e à banalidade das informações apresentadas, que impedem qualquer possibilidade de uma avaliação melhor para o texto.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: tudo o que está escrito depois de transgênicos em seus produtos parece servir apenas para prolongar a frase, uma vez que a explicação sobre o que são transgênicos é uma tautologia.

2) Segundo parágrafo: a) o que pode desencadear os problemas é o consumo dos transgênicos e não as pessoas. b) Não é a alergia que é de longo prazo. Novamente, é o consumo dos transgênicos a longo prazo que pode provocar alergias. c) Bactérias para o organismo? Como assim? Nota-se que o autor tem alguma do que está falando, mas não consegue expressar corretamente suas ideias. De resto, bactérias resistentes a antibióticos podem ser criadas pelos próprios antibióticos, mesmo sem os transgênicos.

3) Terceiro parágrafo: a) trata-se de um símbolo e não de uma sigla. São coisas diferentes uma da outra. b) Mais uma vez o autor se exprime mal e de modo redundante: ingerir... pelo fato de ingerirem.

4) Quarto parágrafo: o final é lamentável. a) o autor dá a entender que os problemas de saúde e ambientais precisam de embalagens. O que ele quer dizer é que o aviso nas embalagens ajuda a evitar problemas de saúde e ambientais, o que, mesmo assim, é um exagero, além de uma abordagem superficial da questão. b) Não consumir transgênicos não vai aumentar as áreas para o plantio. Não há nenhuma lógica nessa afirmação, que é uma interpretação equivocada do que se diz no texto da coletânea.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 50
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 100
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 50
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 50
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0
Nota final 250

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

Outros temas