Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Agosto/2018 Redes sociais e manipulação política

Redação corrigida 600

A cultura da corrupção na internet brasileira

Inconsistente Erro Correção

De acordo com estudos recentes recentes, realizados pela universidade de Oxford, o Brasil está entre os países alvos da manipulação política desencadeada, principalmente, através das redes sociais. Esse problema é resultado da igenuidade ingenuidade da maioria dos brasileiros frente as às relações estabalecidas estabelecidas na internet, e da cultura corruptiva da corrupção que vem assolando o cenário político nacional.

É indubitável que a maioria dos brasileiros apresentam apresenta uma postura igênua ingênua frente às redes sociais. Percebe-se isso, mais claramente, devido aos comentários e publicações disponíveis na internet, em que perfis falsos lançam ideias mentirosas, afim a fim de prejudicar ou dar vantagem a alguém - provavelmente uma figura política. Os receptores, que navegam expostos a um turbilhão de dados, dessas informações, Os receptores dessas informações, que navegam expostos a um turbilhão de dados, acreditam nelas e ainda as compartilham, criando um estruturado efeito dominó, que é imperceptível aos usuários comuns.

Outroassim Outrossim, vale salientar que a culpa não é apenas do utilizador dessas redes, mas também das pessoas por trás desta corruptela dessa mentira. Seguindo esse pensamento, é possível perceber que se trata de uma cultura de corrupção, e que profissionais do marketing, jornalismo e outras áreas da comunicação, são recutrados comunicação são recrutados para esse esquema e sustentados por verbas proveniente provenientes, provavelmente, dos cofres públicos.

Levando em consideração esses aspectos, é vital rever medidas básicas em relação ao uso das redes sociais. Nesse sentido, deve-se criar campanhas sobre como identificar informações falsas, para serem divulgadas no meio midiático nos meios de comunicação através da supervisão do Ministério das Comunicações, e difundir essas, ainda, diretamente nas redes sociais sociais, por intermédio das empresas responsáveis por essas redes. Ademais, é necessário informar aos usuários sobre a existência dos perfis falsos, ainda, através das redes sócias sociais, e instigar à denuncia denúncia desses, isso tudo, afim a fim de garantir o bem estar bem-estar das eleições políticas eleições e o livre pensamento político, sem interferência na formação política-social político-social dos cidadãos por informações desvirtuadas.

Comentário geral

Texto razoável, apesar de apresentar uma análise superficial e, às vezes, equivocada do tema. Afinal, culpar a ingenuidade do internauta brasileiro pela sua própria manipulação é subestimar a capacidade de as redes sociais serem usadas com a finalidade de interferir em eleições. Além disso, a corrupção é independente da manipulação, embora possam haver pontos de contato entre elas. De qualquer maneira, o autor soube discuti-lo, de acordo com as suas concepções e conhecimentos, e chegar a uma conclusão sobre eles, fazendo propostas de intervenção pertinentes. Conquanto os muitos erros gramaticais e conceituais cometidos não chegam a comprometer a clareza do texto.

Aspectos pontuais

1) Terceiro parágrafo: como já se observou, a manipulação política não se origina na corrupção, tal qual o significado dessa palavra é usada hoje em dia, para significar o desvio de dinheiro público. Em vários países onde a corrupção é menor do que no Brasil também ocorre o uso das redes sociais com finalidades de manipular os resultados de uma eleição.

2) Quarto parágrafo: a) “mídia” significa “meios de comunicação”. Logo, não faz sentido falar em “meio midiático”. b) Como as eleições não são um ser vivo, elas não podem sentir bem-estar. O uso equivocado do vocabulário, aqui, interfere na comunicação, prejudicando o que o autor está tentando estabelecer.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 150
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 100
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 100
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 100
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 150
Nota final 600

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.