A cura do câncer existe?

NOTA 0,0

A fosfoetanolamina é uma substância que é produzida pelo corpo humano e pode ser antitumoral, que possui antiproliferativa que estimula a opoptose apoptose e tudo isso impede que o câncer se espalhe. Esta substância foi estudada no começo dos anos 90 pelo professor Gilberto Orivaldo Chierice, no Instituto de Química de São Carlos - USP. Mas Mas, com base nas pesquisas pesquisas, os testes feitos em animais tiveram resultados positivos, e atualmente positivos e, atualmente, mais de 800 pessoas que se tratam com a substância estão tendo resultados positivos. Os cientistas querem mais testes e a ANVISA não libera a substância, pois não possui registro, e, a vida do povo tem que ser selada e mais testes tem que ser realizados. Mas e se a substância for a única solução para a pessoa?, para pessoa? Para ter acesso da à substância tem que entrar na justiça até os testes serem realizados e terem certeza que a cura do câncer está na fosfoetanolamina.

Comentário geral

Texto muito fraco: não é argumentativo, mas expositivo, além de superficial, muito mal escrito e com passagens incompreensíveis. Além disso, não trata da questão da relação entre política e ciência, que era a proposta da redação. E começa com um plágio. Mas são tantos os problemas que é melhor tratá-los pontualmente.

Aspectos pontuais

1) Para começar, o primeiro trecho em vermelho é um plágio mal feito de um texto retirado do site Jusbrasil. Basta comparar o original à cópia para ver quanto esta última não apresenta os fatos corretamente.

2) Num texto tão breve, o autor é confuso e redundante. Repete a expressão resultados positivos no mesmo período e, ao longo do texto, usa várias vezes substância.

3) Falar de testes com base em pesquisa não faz sentido, pois as pesquisas ou se constituem de testes ou os incluem em sua realização.

4) A Anvisa não liberou a substância, mas não porque ela não tivesse registro. A Anvisa não registra a substância como medicamento porque considera que faltam pesquisas que comprovem sua eficácia.

5) O que o autor quer dizer com a vida do povo tem que ser selada? A expressão não faz o mínimo sentido na norma culta da língua portuguesa.

6) As palavras finais revelam mais uma vez o modo simplista com que o autor encara a questão.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 0,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos