Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Março/2019 Cantar ou não cantar o hino nacional? Eis a questão...

Redação corrigida 480

A importância de cantar o hino

Inconsistente Erro Correção

É notório que os alunos da rede regular de ensino, estão ensino estão perdendo o costume de cantar o hino nacional. Dentre tantos fatores relevantes que concorrem para isso, destacam-se: o desinteresse patriota e também como elemento marcante a corrupção.

Sabe-se que a maioria dos adolescentes crescem com sua atenção voltada a à tecnologia, coisas do momento e acabam perdendo o interesse a por velhos hábitos, como por exemplo o canto do hino. É necessário ressaltar que muitos alunos usam palavras rudes e até mesmo imorais no momento cívico.

Além disso, a política de um pais país revela diretamente como o mesmo é visto, por esse lado visto. Por essa perspectiva, o Brasil se destaca ao se falar de corrupção, esse é um dos motivos pelo qual a sociedade está perdendo seu senso patriótico.

Diante disso, ficasse claro fica clara a importância das de as escolas organizarem um momento para que possa se cantar o hino, pois é de suma importância para o desenvolvimento de um pais país que seu povo se orgulhe e acredite em seu potencial.

Comentário geral

Texto fraco, particularmente em termos de conteúdo. É ingênuo e superficial. Além disso, não chega a ser desenvolvida uma argumentação.

Competências

  • 1) Apesar dos erros, o autor consegue comunicar suas ideias com certa clareza. A linguagem é mediana, com a ajuda da simplicidade superficial das ideias do autor e da brevidade do texto, que prejudicam outras competências, mas não esta.
  • 2) Até que ponto pode-se dizer que o autor compreendeu o tema, dada a abordagem que dele faz? Dizer que a tecnologia atrapalha o "velho hábito" de cantar o hino pode até ter algum fundo de verdade, mas a expressão sumária da ideia, a falta de fatos comprovando a afirmação, o uso inadequado do vocabulário, etc., tudo isso concorre para apresentar uma visão ingênua e superficial do problema.
  • 3) Não há uma argumentação propriamente dita. Há um esboço de argumentação, que é insuficiente para defender o ponto de vista do autor, segundo o qual o hino pode resolver a falta de interesse e de patriotismo dos jovens em geral.
  • 4) De qualquer modo, o texto é coeso e o aluno sabe usar os recursos necessários para dar uma unidade ao texto. Vale notar que, no fundo, os méritos do texto - que não vão além do mediano - ocorrem nas competências relacionadas à linguagem, pois, em termos de conteúdo o texto deixa a desejar.
  • 5) Mais uma vez, o autor revela uma visão ingênua sobre o tema, acreditando que basta cantar o hino nacional para gerar patriotismo na população.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 120
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 480

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.