A maldade esta [está] no mundo

NOTA 0,0

Para A a metade da população do país acredita que bandido bom é bandido morto, em certo caso não é o que podemos comprovar que seja certo ou errado, por que morto. De certa forma, não podemos comprovar isso, pois, se julgamos um bandido por ser cruel, não temos conceito nenhum de elogiar um trabalho de má atitude de um policial, se referindo ao mundo de hoje é incerto aceitar o que vem pela frente, seja o bandido que for.

mãe Mãe alguma não tem a culpa de ter um filho assim, e raramente são poucas que aceita que o fale desse jeito, certamente não devemos de jeito algum jurar a morte do próximo, um próximo. Um dos erros que vimos vemos muito é a maldade que a polícia vem trazendo é isso ninguém pensa no quanto não devemos confiar em policia polícia por nos ajudar diante de uns bandidos por ai, os próprios bandidos são os policias polícia e isso a população alguma se comove com a verdade.

Comentário geral

O texto, infelizmente, é um desastre. Do que está escrito, o leitor consegue depreender algumas ideias, mas todas expressas de modo confuso, uma vez que as frases são compostas com vocábulos inadequados e numa sintaxe que não é gramatical. Assim, há trechos que têm algum significado, misturados a trechos que não têm significado nenhum. No conjunto, isso não é uma dissertação, pois nem chega a ser um texto, no sentido em que as declarações não são coesas nem coerentes, o que evidencia uma quase completa falta de domínio da linguagem escrita. Para piorar, de tudo o que se diz na redação, é impossível verificar uma compreensão correta do tema.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: à exceção da frase inicial, todo o resto é uma grande confusão, que chega a ser incorrigível, a partir do fim do trecho em verde, uma vez que não é possível compreender o que o autor está tentando em vão afirmar.

2) Segundo parágrafo: além da confusão, que é ainda maior do que no parágrafo anterior, o aluno parece escolher seus (quase) argumentos da mesma maneira com que escolhe as palavras: aleatoriamente. Mãe, jurar de morte, comover-se com a verdade! Nada disso faz sentido.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 0,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos