Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez



REDAÇÕES CORRIGIDAS - Agosto/2016 Escola no Brasil: com partido ou sem partido?

Redação corrigida 250

A partir dos 16 anos todos os jovens tem o direito de votar

Erro Alteração Correção

No Brasil, os professores que defende defendem algum partido político é visto são vistos como um contaminador de ordens políticas nas escolas.

Acontece que os jovens terminam o ensino médio sem ter uma definição do que é política, conhecem apenas o que a mídia divulga para a sociedade. As Nas manifestações que ocorrem no país país, muitos jovens saem pelas ruas com a cara pintada pintada, com cartazes, mas muitas das vezes não tem mas, muitas vezes, não têm ideia de qual causa está do porquê de estar lutando e de que benefício irá irão trazer para a sociedade.

Dessa forma forma, o professor tem de grande importância ao orientar seus alunos sobre política para que fique informado e saiba política, para que eles fiquem informados e saibam dos seus direitos como cidadão.

Aspectos pontuais

1) O título completo da redação era: "A partir dos 16 anos todos os jovens tem [têm] o direito de votar: o que sabe ele [eles sabem] de política?", tão grande que nem coube na diagramação da página, além de trazer dois erros de concordância.

2) Primeiro parágrafo: A expressão contaminador de ordens políticas nas escolas não faz muito sentido. Primeiro, contaminar está inadequadamente usado aí em sentido figurado. Em segundo lugar, o que seriam, precisamente, essas ordens políticas? Como o professor as contamina? O que está dito é que ele contamina as ordens... Se o autor houvesse usado a expressão veiculada na própria proposta, falando em um professor que se torna um doutrinador político ou um doutrinador ideológico, não teria incorrido nessa expressão ambígua e obscura.

Comentário geral

Texto fraco desde o título, que é grande demais e contém dois erros de concordância. Aliás, a corcordância incorreta se repete ao longo do texto. Em termos de estrutura, o texto começa mal, com uma expressão (em vermelho), no mínimo, inadequada. Em seguida, apela para um único argumento: a ignorância dos jovens, que só pode ser enfrentada pela orientação do professor. Até aí, tudo bem, mas o argumento não leva em consideração o problema que a proposta de redação contempla: qual o limite entre orientação e doutrinação? Defender um partido político é orientação ou doutrinação? De resto, se os alunos completam o ensino médio e nada sabem sobre política, então o professor não cumpriu o papel de informá-los e orientá-los, como o aluno advoga que o professor tem de fazer. Enfim, o texto é breve demais e não é suficientemente abrangente na discussão que faz do tema, além de não apresentar nenhuma proposta de solução.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 50
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 100
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 50
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 50
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0
Nota final 250

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.