Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Julho/2019 A ciência na era da pós-verdade

Redação corrigida 400

A recusa da vacina

Inconsistente Erro Correção

A era da pós-verdade questiona vários aspectos antes visto vistos como "do bem" ou "pró-saúde".

Afinal, vacinação faz bem a à saúde ou não?

Segundo a OMS OMS, a resistência a à vacinação foi considerada uma das dez maiores ameaças à saúde global em 2019.

Muitas pessoas se recusam a tomar vacinas, e muitas vezes vacinas e, muitas vezes, impedem que seus filhos tomem, alegando que tomando a vacina é mais fácil de se contrair a doença.

É fácil de se observar que o crescimento da doença do sarampo (altamente contagiosa contagioso) chega a 300% nos primeiros 3 três meses do ano, em comparação ao ano anterior (2018).

Isso se deu devido a à recusa das pessoas à vacinação. As pessoas se negam a serem vacinadas.

Mas afinal, como funciona a vacina? Em si, a vacina é o vírus morto aplicado ao corpo do ser humano, que que, ao contrair esse vírus morto, crie cria anticorpos e e, caso futuramente ele venha contrair a doença, seu corpo está imune a ela.

Falta informação e conscientização às pessoas do sobre o bem que a vacina faz e conscientiza-las conscientizá-las de que é ideal tomar. Evitando assim a recusa das pessoas a à vacina.

Comentário geral

Texto insuficiente, seja pela superficialidade em termos de conteúdo, seja pela informalidade da linguagem.

Competências

  • 1) Em termos de linguagem, predomina a informalidade e um simplismo quase pueril, caracterizado por frases e parágrafos breves, sem o grau de elaboração que se espera de um estudante ao fim do Ensino Médio.
  • 2) Na verdade, o autor não compreendeu o tema, que era "A ciência na era da pós-verdade" e não o movimento antivacina. Isso poderia fazê-lo zerar em todas as competências. A pontuação aqui é atribuída ao esforço bem sucedido para se comunicar com o leitor num texto que é somente o esboço de uma dissertação.
  • 3) O único fato que o autor realmente apresenta refere-se ao aumento em 300% dos casos de sarampo, mas a referência é imprecisa demais. Não é "fácil de se observar" esse fato. Esse é um dado estatístico, colhido por pesquisa, realizada por alguma instituição, que o autor nem sequer menciona. A definição simplista de vacina não vem ao caso para o que o autor está tentando comprovar, isto é, que o movimento antivacina é equivocado.
  • 4) O tetxo não é organizado, mas confuso. O autor é redundante nas menções de "recusa à vacina" ou "da vacina" como ele usou no título.
  • 5) A proposta de conscientização é genérica e, por isso mesmo, insuficiente.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 80
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 400

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.