Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Agosto/2019 Criptomoeda: tecnologia e revolução econômica

Redação corrigida 720

A revolução tecnológica e o sistema financeiro.

Inconsistente Erro Correção

Criptomoedas são moedas digitais geradas por um algoritmo específico. Essa tecnologia dispensa o estado e não depende deste para que assegurem o seu valor, diferente diferentemente do dinheiro convencional. A implementação desse novo modelo é vantajosa, pois possibilita que transações sejam feitas com maior facilidade, no entanto, poderá haver consequências.

A transformação que as criptocoins criptomoedas trarão é inevitável, colocando a humanidade em uma nova fase, onde em que o dinheiro será descentralizado e basta apenas uma carteira virtual para armazená-lo. No entanto, o estado será enfraquecido, pois não terá poder sobre o dinheiro e tentará barrar a disseminação dessa tecnologia, criando suas próprias moedas digitais, colocando digitais e recolocando, assim, o poder novamente em suas mãos, exemplo disso são países como Rússia e China que já estão desenvolvendo criptomoedas próprias.

Portanto, não é possível conter o avanço dessa tecnologia, mas podem mas, sim, adaptar-se a ela, criando um novo sistema financeiro. Não é possível afirmar com certeza se as transformações serão benéficas, porém o futuro é agora e e, se não houver a modificação da maneira como tratamos o assunto assunto, poderão poderá haver prejuízos no futuro, sendo assim, o estado deve analisar com o que está lidando e tentar criar alternativas que serão benéficas para todos, como a integração do dinheiro comum com o digital.

Comentário geral

Texto bom, que poderia ser melhor se o autor o desenvolvesse e aprofundasse sua reflexão, apresentando aspectos menos genéricos.

Competências

1) O autor demonstra bom domínio da norma culta, mas incorre em alguns erros que trazem prejuízo ao significado da frase em que ocorrem. Por exemplo o uso do verbo "poder" no último parágrafo que é confuso. Quem é o sujeito de "podem"? O sujeito é indeterminado, mas, para deixar isso claro e inequívoco, convém usar o "se" como índice de indeterminação do sujeito.

2) Falta desenvolvimento ao tema: o autor é sucinto demais, genérico demais e superficial demais.

3) A argumentação incorre no mesmo problema do item anterior, tornando-se pouco convincente.

4) Para um texto breve, o autor soube usar os recursos coesivos.

5) As responsabilidades na sugestão de intervenção cabe primeiro a um "nós" genérico e depois ao estado. Mais uma vez, muita simplificação e generalização.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 160
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 120
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 160
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 160
Nota final 720

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.