A terciarização é uma forma de organização

NOTA 0,5

A terciarização terceirização é uma forma de organização das empresas, em que ela elas não precisam contratar trabalhadores para atividades não relacionadas àquilo que produzem. O resultado é prejudicial a todos, pois os trabalhadores perdem o direito conquistado com anos de luta.

De acordo com pesquisas realizadas pelo G1, o Brasil possui há no Brasil 12 milhões de terceirizados, ou seja, 25% da população têm seus direitos burlados, sendo explorados por intermediários que visam apenas o lucro de si próprio próprios. Resultando no aumento das taxas de desempregados e a divisão das classes trabalhadoras.

Outro fator existente para a aprovação da Assembléia Legislativa é o projeto de Lei 4330, que prevê a contratação de serviços terceirizados para qualquer atividade de determinada empresa, sem estabelecer limites ao tipo de serviço, ou seja, tanta tanto a atividade-meio quanto atividade-fim.

Em virtude dos fatos mencionados, podemos considerar a terceirização como um retrocesso das leis trabalhistas, visto que mesma a mesma funciona em países altamente desenvolvidos devido a à priorização da educação, saúde e da segurança.

Comentário geral

 

Texto muito fraco, insuficiente. Em termos de linguagem há vários erros graves, que prejudicam o entendimento do que o autor quer dizer. Em termos de estrutura, falta coesão: os parágrafos não estão devidamente conectados entre si e não há uma linha de raciocínio que conduza a uma conclusão. A conclusão apresentada no último parágrafo não é decorrência das premissas anteriores, que nem chegam a ser premissas. O terceiro parágrafo, em especial, está deslocado, pois o que ali é dito deveria estar na introdução. Para finalizar, o autor repete a cada parágrafo que a terceirização é prejudicial, mas não apresenta nada para comprovar sua opinião.

 

Aspectos pontuais

 

1) Primeiro parágrafo: a) só demonstra o grau de desconhecimento do tema. O que foi aprovado agora foi a terceirização da atividade-fim, como o próprio autor diz adiante. b) O resultado não é prejudicial a todos. Vemos na coletânea que os patrões e os desempregados podem vir a ser beneficiados pela nova lei.

2) Segundo parágrafo: a) 12 milhões não correspondem a 25% da população brasileira, estimada pelo IBGE em mais de 207 milhões. b) A oração final, reduzida de gerúndio, não deveria estar separada por ponto, mas por vírgula, pois ela não é independente, é subordinada.

3) Terceiro parágrafo: o autor está discutindo a aprovação da Assembleia Legislativa ou da terceirização? Aparentemente, ele se refere a um fator que leva a aprovar a Assembleia. Mas nem se trata na verdade de uma Assembleia Legislativa, que é órgão Estadual. Trata-se da aprovação da terceirização pelo Congresso.

4) Quarto parágrafo: mais argumentativo do que conclusivo, está mal formulado. O autor deveria dizer que a terceirização funciona em países desenvolvidos, em função da educação, saúde, etc., para deixar claro por que motivo ela não funciona aqui.

 

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 0,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos