Alteração dos quadros de empregos

NOTA 3,5

A atual Atualmente, a evolução das tecnologias, traz da tecnologia traz a impressão de que um mundo paralelo esteja sendo criado, um mundo robotizado onde o ser humano é cada vez mais substituído em funções que a pouco tempo seria inimaginável, diante disso inimaginável. Diante disso, temores e questionamentos surgem como: Até onde essa evolução tecnológica chegará? e Quando chegar ao seu limite, qual espaço ainda terá o ser humano?

O desemprego cresce ao passo q que a tecnologia evolui e é fácil culpar os "homens de lata" robôs pela falta de oportunidade no mercado de trabalho e deixar de observar que na atualidade não faltam empregos mas sim empregos, mas, sim, mão de obra qualificada.

Os robôs são criados não só para substituir o homem mas sim homem, mas, sim, para servi-lo e fazer com que o homem cada vez mais utilize seu dom que é insubstituível, insubstituível: raciocinar e desenvolver esse raciocínio raciocínio, o que o diferencia dos demais animais habitantes desse planeta.

Sendo assim assim, se a mão de obra se qualificar no mesmo ritmo em que ocorre o desenvolvimento tecnológico tecnológico, as pesquisas pessimistas que preveêm preveem o aumento de pessoas desempregadas por falta de empregos no mercado de trabalho se tornará tornarão, assim como as previsões de Nostradamus Nostradamus, relatos do que não irá ocorrer.

Comentário geral

Texto fraco, com problemas de linguagem e de estrutura, além de ser muito simplista em termos de conteúdo. Vale notar que o autor, no parágrafo introdutório, lança duas questões, mas só se preocupa em dar resposta parcial a uma delas. De resto, também demonstra uma compreensão equivocada do problema, ao dizer que não faltam empregos, mas mão de obra qualificada. Acontece que a quarta revolução industrial está acabando também com empregos qualificados, como mostram os textos da coletânea.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) o que o autor parece tentar dizer no primeiro trecho em vermelho é que o homem está sendo cada vez mais substiuído em funções de um modo que até pouco tempo atrás seria inimaginável. b) O parágrafo termina com vários problemas de pontuação e de uso incorreto de letras maiúsculas. Além disso, como já foi dito, as perguntas lançadas não são repondidas, exceto parcialmente a última (que espaço terá o ser humano?)

2) Segundo parágrafo: não seria necessários explicar que os homens de lata são os robôs, mas já que o autor resolveu usar a explicação, robôs deveria estar entre vírgulas e ser precedido pelo artigo os. Mas a expressão é um tanto quanto antiquada e não dá conta do que é a robótica nos dias de hoje.

3) Terceiro parágrafo: por raciocinar e desenvolver esse raciocínio, o autor quer simplesmente dizer pensar.

4) Quarto parágrafo: a) não é ao aumento das pessoas que o autor se refere, mas ao aumento do número de pessoas. b) O sujeito do verbo tornar é pesquisas e, por conseguinte, deveria estar no plural, conforme indicado em verde.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 3,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos