Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez



REDAÇÕES CORRIGIDAS - Dezembro/2018 Epidemia alimentar: sobrepeso e obesidade

Redação corrigida 960

Amo muito tudo isso?

Erro Alteração Correção

Os hábitos alimentares são culturais e representam os valores de uma nação ou de um grupo. Quando se opta por consumir um alimento em detrimento em vez de outro, deve-se levar em consideração todo o processo anterior que levou o indivíduo a fazer aquela escolha. O grave problema de do excesso de peso há de passar por essa análise para se chegar a uma solução.

Os hábitos alimentares são reflexos não só dos valores de um indivíduo, como de um grupo ou nação. Na Índia, é comum não se come carne; na Itália, as massas reinam soberanas; os veganos rejeitam qualquer alimento de origem animal. Essas características nos concedem uma essência, demonstrando escolhas conscientes e substanciais.

O Brasil é rico em biodiversidade, o que proporciona uma grande variedade de alimentos, não só os convencionais, como também os não convencionais ? as famigeradas PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais). Apesar disso, o que leva um brasileiro a preferir ir ao McDonald McDonald?s fazer sua refeição refeição, em vez de optar por uma refeição composta de produtos naturais? Porque é mais gostoso, é ?legal?, é rápido e fácil. É isso? Fizeram-nos acreditar nisso pelo menos. Uma mentira repetida mil vezes... É ?legal? porque todo mundo está comendo também. É rápido porque no mundo contemporâneo somos impelidos a investir nosso tempo em coisas mais ?importantes? (por exemplo: trabalhar à estafa para fazer muito dinheiro para subsidiar o tratamento das doenças que vamos adquirir por ter negligenciado a alimentação a vida inteira). É gostoso porque fomos doutrinados a achar que é, assim como fomos doutrinados a depender do açúcar e do sal para dar sabor aos alimentos quando, em verdade, não é necessário. Estamos falando de um processo de alienação cruel, de uma imposição cultural.

É questionável, por exemplo, como grandes empresas de refrigerante ainda se mantém no mercado. Clarice Lispector, em ?A Hora da Estrela?, disse, ironicamente, que um determinado refrigerante famoso (esse mesmo!) tinha gosto de esmalte, mas ainda assim as pessoas eram subservientes a ele. Ora, não consumimos apenas o refrigerante, mas também o sonho americano, assinamos um tratado referendando a cultura norte-americana. E não há como negá-la como grande influenciadora da nossa alimentação, sobretudo após quando os Estados Unidos se firmarem firmaram como nação sobrepujante após a Guerra Fria.

Se formos analisar o problema do excesso de peso sob a ótica da alienação cultural, será possível perceber o quanto esse aspecto é determinante. Vide o atual surto de diabetes e obesidade entre os índios xavantes no Brasil.

Não há que se falar em proibição de se consumir certos alimentos, mas em por que eles são consumidos consumidos, mesmo se sabendo dos seus malefícios. É preciso haver um resgate de si mesmo como sujeito capaz de determinar o tipo de alimentação que se quer consumir e responder a si mesmo o porquê dessa escolha: ela é legítima? O escritor Henry David Thoreau, em ?Walden?, fala que o que degrada o homem é comer aquilo que não é alimento para nossa vida animal ou para inspirar nossa vida espiritual, e sim alimento para os vermes que nos possuem.

Comentário geral

Texto muito bom, que não tira a nota máxima devido a pequenos problemas de linguagem, que, mesmo sendo pequenos, têm relativa gravidade porque interferem na argumentação. Não fossem esses problemas, o texto mereceria a nota máxima, com um destaque para o excelente parágrafo final.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) sim, a culinária faz parte da cultura, sem dúvida, mas, quanto a ?representar valores?, a expressão é vaga e ao mesmo tempo exagerada: de que tipo de ?valores? se está falando? Valores podem ser financeiros, morais, estéticos, religiosos ou mesmo todos esses adjetivos que ajudam a explicá-los. Mas será que a alimentação, por si só, representa todos os valores de um povo? A colocação parece exagerada. b) ?Detrimento? significa ?dano?, ?prejuízo?. Ao escolher um alimento, você não prejudica outro. A escolha do vocábulo é inadequada.

2) Segundo parágrafo: a) começa dizendo o que já tinha sido dito no parágrafo anterior. Além disso, se os valores são de um grupo ou nação, evidentemente os indivíduos já estão incluídos aí. b) Na Índia não se come carne por motivo religioso. Já as massas talvez ?reinem? na Itália por uma questão de costume, de sabor. É difícil ver nisso um valor propriamente dito. c) A afirmação é abstrata demais e, por isso mesmo, torna-se obscura, o que é um problema. O autor tem de se esforçar por ser claro, de modo a comunicar suas ideias ao leitor. Uma dica: comunicação é mais o que o outro entende, do que aquilo que você diz.

3) Terceiro parágrafo: a) por que ?famigeradas?? Não existe nenhum motivo para o autor usar um adjetivo aí. Ele incorre numa subjetividade, num texto que deve primar pela objetividade. b) Consideramos exagerada a asserção do autor. Até porque, se se trata de imposição, a alimentação não estaria refletindo um valor de um povo. Além disso, por que esse processo de alienação é ?cruel?? O que há de ?cruel? num hambúrguer com batatas fritas? c) a repetição de ?após? é ruim. Indicamos em verde como evitá-la.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 160
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 200
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 200
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 200
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 200
Nota final 960

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.