As galinhas e os patos da sociedade brasileira

NOTA 4,5

Segundo o grande líder do movimento dos direitos civis dos negros, Martin Luther King, “a injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo lugar”. Dessa forma, vê-se que a manipulação política nas redes sociais contrariam contraria essa ideologia, pois pois, mesmo após os avanços constitucionais, o cenário de iniquidade permanece na sociedade brasileira, devido a devastação de notícias falsas sobre a política e o debate de eleitores.

Primeiramente, é preciso constar constatar que a questão constitucional e a sua aplicação estão entre as causas do problema. De acordo com Aristóteles, a política deve ser utilizada de modo que, por meio da justiça, o equilíbrio seja alcançado na sociedade. Nesse sentido, percebe-se que no Brasil, a manipulação política por meio das redes sociais rompe essa harmonia, visto que exista existe o uso de notícias falsas para influenciar o eleitor a apoiar tal candidato. Além disso, tais informações divulgadas por essas redes, são redes são na maioria das vezes opressivas e difamatórias com outros candidatos ao mesmo ou a diferente cargo na política.

Em segunda análise, destaca-se destacam-se os debates agressivos nos meios digitais. Essas discussões abrangem conteúdos de ódio de eleitores contra algum político ou até mesmo outro eleitor. Isso acontece em virtude da má educação política e social, no qual os jovens utilizam suas redes sociais para discutirem essa questão, já que possuem acesso fácil a essas redes e de terem um índice de influência maior redes, além de serem mais influenciáveis.

É evidente, portanto, a necessidade de resolver o impasse. Destarte, o Ministério das Comunicações Comunicações, em parceria com a mídia, precisam banir tais informações das redes sociais, para que essas informações não cheguem e influenciam influenciem os eleitores. Ademais, como já dito por Kant, “o ser humano é aquilo que a educação faz dele”. Logo, o Ministério da Educação deve instituir nas escolas palestras de educação política, ministradas por sociólogos e educadores, a fim de construir jovens separados e éticos. Ação que, iniciada no presente, é capaz de seguir a ideologia de Martin Luther King.

Comentário geral

Texto fraco, que se utiliza de recursos retóricos para ampliar as frases e tentar torna-las altissonantes, o que poderia disfarçar o caráter superficial do que é dito. Reforça essa ideia as recorrentes citações que só não aparecem no terceiro parágrafo: com elas, o autor pretende mostrar um repertório cultural, o que acaba não acontecendo devido ao fato de ele não relacionar ou relacionar apenas indiretamente as citações com suas próprias conclusões. Por fim, equívocos conceituais também ocorrem em posições destacadas pelas citações, desvalorizando-as quase que por completo.

Aspectos pontuais

1) Título: ao longo do texto, o autor não faz nenhuma referência a galinhas ou patos, nem explica por que é esse o seu título.

2) Primeiro parágrafo: a) a frase de Luther King não é uma ideologia. b) O parágrafo se encerra de modo confuso, não é possível saber quais são os avanços constitucionais a que o autor se refere e nem atribuir a iniquidade na sociedade brasileira exclusivamente às fake news.

3) Segundo parágrafo: a) por "questão constitucional e sua aplicação" o autor se refere, na verdade, à própria Constituição. b) A citação de Aristóteles não está bem relacionada com o que diz o autor a seguir. c) O que é uma "informação opressiva"? d) O trecho final poderia ser suprimido, pois serve apenas para prolongar o parágrafo.

4) Terceiro parágrafo: a frase em vermelho é agramatical, graças ao conectivo usado incorretamente. Não fica claro o que o autor está afirmando.

5) Quarto parágrafo: a) a primeira frase é um lugar-comum e um truísmo. b) Mais uma vez, o autor escreve demais para dizer uma mesma coisa. Se as informações falsas forem banidas, evidentemente não poderão chegar nem influenciar... c) "Jovens separados"? Como assim? d) Novamente o autor chama uma ideia de ideologia, ou seja, confunde a parte com o todo.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Nota final 4,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos