Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez



REDAÇÕES CORRIGIDAS - Abril/2017 Terceirização: avanço ou retrocesso?

Redação corrigida 550

As possíveis mudanças no processo de terceirização

Erro Alteração Correção

As possíveis mudanças no processo de terceirização vêm gerando diversas divergências entre os trabalhadores brasileiros. Se, por um lado lado, é considerada considerado, um avanço inevitável, por outro o país está receoso com tal mudança tais mudanças.

A possibilidade das de as empresas terceirizarem trabalhadores para a sua atividade fim, vêm atividade-fim vem assustando muitos trabalhadores brasileiros. Em meio a tantas manifestações e greves sobre contra a medida, são discutidos os benefícios que as empresas ganhariam ao terceirizar ao invés terceirizar, em vez de contratar um empregador empregado. As mesmas Elas não só ficariam livres de alguns encargos trabalhistas, que por consequência trariam o que traria possíveis prejuízos ao trabalhador assalariado – como assalariado, como por exemplo a diminuição do salario, salário e os direitos assegurados pela CLT, como mas também aumentariam seu lucro.

Visto que vivemos em um mundo capitalista, acredita-se que tal processo seria inevitável no Brasil. Apesar do mesmo Brasil, apesar de o país não se encontrar preparado para uma mudança de tal magnitude que, com certeza, produziria grandes efeitos na economia brasileira que já não se encontra no seu melhor momento. brasileira, já vivendo um momento crítico.

Caberia, portando portanto, ao governo assegurar os direitos já adquiridos do trabalhador, para que o mesmo ele não saia perdendo em meio a todo esse avanço. E, as às empresas, o mínimo de decência e ética para tornar desse um esse processo benéfico não só para os empregadores, mas também para toda a sociedade brasileira.

Comentário geral

 

Texto regular. O autor consegue refletir e argumentar sobre o tema, mas de maneira superficial e genérica. Em termos de linguagem, o texto está acima da média: em verde, há mais sugestões que visam enquadrar com mais rigor o texto na norma culta, do que erros gramaticais propriamente ditos. Os trechos em vermelho estão relacionados ao conteúdo. Se o autor tivesse lido com atenção a coletânea de textos da proposta poderia tê-los evitado.

 

Aspectos pontuais

 

1) Primeiro parágrafo: as divergências não estão entre os trabalhadores, mas entre trabalhadores e empresários. Não são os trabalhadores que a consideram um avanço inevitável. O autor põe o foco primeiro no trabalhador, mas depois diz que a terceirização deixa todo o país receoso. O resultado é que há divergências também na maneira como ele está tratando do tema.

2) Segundo parágrafo: a) agora, já não é mais o país, mas os trabalhadores que estão assustados. O foco do autor continua mudando sem mais nem menos. b) Se o autor tivesse lido com atenção a coletânea, saberia que a terceirização não significa a abolição da CLT.

3) Quarto parágrafo: em meio a todo esse avanço? Como assim? O que é todo esse avanço? Somente a lei da terceirização, nada mais. Era melhor encerrar a frase com o para que ele não saia perdendo. O adendo do avanço só gera confusão.

 

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 150
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 100
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 100
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 100
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 100
Nota final 550

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.