As redes sociais e atitudes despicientes

NOTA 2,5

É lógico afirmar que: as que as tecnologias de informação e comunicação tornaram-se em estantes do progresso, e progresso e têm como principal fim, solidificar fim solidificar as relações interpessoais, e convergir fazer convergir ideias de diferentes níveis classes sociais, etnias, raça etc. Contudo, o uso desordenado destas dessasa redes, resulta em exílio e "dependência." dependência. E há quem utiliza as redes sociais da internet, como meios internet como meio para a propagação de suas intenções malignas.

Dentre os vários objetivos que se podem expressar, as pessoas unem-se às redes sociais da internet para "experimentar" o que o mundo real não oferece, ou para manter contato com parentes e amigos distantes. Mas, prender-se à a elas, Comprime comprime as relações pessoais, o que resulta na substituição de palavras delicadas, à por palavras arrogantes e monossilábicas, e ainda, amabilidade turbulenta e ocasional. Exemplo de tais atitudes, são também oriundos da substituição de empatia por simpatia, em caso de flexibilidade emocional, por exemplo: em vez de um ombro amigo, as pessoas procuram nas redes sociais da internet quase que um amor platônico, soberano de defeitos. E "tais indivíduos" chegam a expressar alegações astutas, sem valor algum".

Você pode, você consegue, você é adulto/a, ouça apenas seu coração."E quem ouve tais alegações, chega a descartar as opiniões de "alguém real," que deseja o seu bem, e quer ser empático.

Deve-se estabelecer limites, e limites e períodos de utilização das redes sociais da internet, o que reduz pode reduzir o número de

vítimas de sociopatas e intensifica o grau de afinidade entre as pessoas. É verdade que há pessoas que hoje têm uma vida feliz, por intermédio das redes sociais da internet. Mas, peço que, antes de aceitar um encontro com alguém, ou até mesmo propor um, seja prudente, avalie seu estado psicológico e emocional, no primeiro caso, fazer perguntas à a si próprio, é próprio importante, preciso fazer isso realmente? o O que eu ganho? As respostas, se obtém respostas se obtêm através de um estudo aprofundado sobre o indivíduo. E lembremo-nos das palavras do filósofo Aristóteles: "Um Amigo amigo se faz rapidamente; já a amizade é um fruto que amadurece lentamente."

Comentário geral

Texto fraco. O autor escreve em um idioleto – ou seja, linguagem que é só sua e marcadamente subjetiva – a qual tem semelhanças com o nosso idioma, mas se rege por outras regras, principalmente em termos de vocabulário. São várias as palavras e expressões inadequadas e fora de contexto que comprometem a comunicação: despiciente, estante, exílio, palavras arrogantes, alegações astutas, etc. Por outro lado, as ideias são poucas: basicamente, ele diz que as redes têm pontos positivos e negativos, sendo importante saber usá-las. Enfim, o texto é essencialmente obscuro e termina em tom inadequado, dando conselhos ao leitor.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) as redes podem ou não solidificar relações pessoais. Quanto a fazer convergir ideias, o que se vê é exatamente o oposto: discussões acaloradas, trocas de ofensas, difamação, etc. b) Por exílio (= banimento) o autor talvez tenha querido dizer isolamento ou alienação. c)

2) Segundo parágrafo: a) Não se trata de expressar objetivos. O parágrafo começa sem fazer muito sentido: o autor não explicita o que está tentando dizer. b) Fora o uso errado das aspas, o que se pode experimentar nas redes que o mundo real não ofereça? Essa afirmação é muito vaga. c) Comprime as relações sociais? O que o autor entende por comprimir? d) Palavras não podem ser arrogantes por si mesmas. Arrogante pode ser a pessoas que as diz ou escreve. E por que elas seriam exclusivamente monossilábicas? e) Enfim, todos os trechos em vermelho são obscuros, paradoxais ou subjetivos.

3) Terceiro parágrafo: entende-se mais ou menos o que o autor quer dizer, mas o parágrafo está desconectado do restante do texto.

4) Quarto parágrafo: a) Quantas pessoas são vítimas especificamente de sociopatas nas redes sociais? Existe alguma estatística que informe isso? O número de criminosos pode ser grande, mas nem todo criminoso é sociopata. b) Dar conselhos ao leitor é inadequado para uma dissertação.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 2,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos