PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Fevereiro/2020 Qualificação e o futuro do emprego

Redação corrigida 760

Aumento do desemprego no mundo tecnológico

Inconsistente Erro Correção

O avanço da tecnologia e sua aplicação nas empresas empresas, em conjunto com as exigências de alta qualificação profissional no mercado de trabalho, têm resultado em um grande número de desempregados, o qual cresce a cada dia.

Segundo os especialistas, o número de desempregados tende a aumentar progressivamente, podendo surgir em surgir até 2050 uma nova classe de pessoas, a dos "inúteis" ou "não empregáveis". Um dos motivos dessa ocorrência é o desenvolvimento acelerado de robôs de inteligência artificial, que substituem milhares de trabalhadores. Diversas tarefas que antes eram realizadas por pessoas, hoje são feitas por equipamentos tecnológicos, os quais são mais lucrativos aos proprietários por sua eficiência e precisão.

Com isso, as empresas estão exigindo um número cada vez maior de especialistas ligados à tecnologia, como desenvolvedores de softwares, cientistas e analistas de dados, capazes de controlar os novos equipamentos. O problema é que esse tipo de trabalho exige alta qualificação profissional, excluindo os trabalhadores simples, sem estudo completo e os recém-formados, sem experiência, que não conseguem oportunidades em um mercado saturado.

É necessário que o governo invista na educação, para que as pessoas aprimorem seus estudos de forma a atender às novas exigências do mercado de trabalho e que a população também fique atenta à informação e procure se especializar no que está em alta. Por outro lado, cabe às empresas promoverem programas que visam visem o ingresso dos recém-formados e cursos de especialização para os funcionários interessados em continuar trabalhando, a fim de ajudar a conter o desemprego.

Comentário geral

Texto bom, que, na argumentação, praticamente faz uma paráfrase da proposta de redação.

Competências

  • 1) Apesar de simples em demasia, a linguagem do texto se coloca acima da média e evidencia que o autor sabe se comunicar por escrito adequadamente.
  • 2) O autor compreendeu o tema e desenvolveu um texto dissertativo-argumentativo, cujo problema maior se verá a seguir.
  • 3) Basicamente, a argumentação do autor é uma reprodução da proposta de redação com suas próprias palavras. Somente na proposta de intervenção há uma contribuição original.
  • 4) As partes do texto estão bem articuladas e o autor demonstra saber usar os recursos coesivos.
  • 5) Como já se apontou, é aqui que se encontram as ideias do autor, numa conclusão coerente com as premissas.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 160
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 160
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 120
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 160
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 160
Nota final 760

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.