Cabresto subliminar

NOTA 6,0

30 de setembro de 1937, propositalmente o Plano Cohen é foi enviado ao governo, Anunciado sendo denunciado, no programa de rádio "Hora do Brasil", o suposto golpe dos comunistas, Tudo comunistas. Tudo não passou de uma farsa para que Getúlio Vargas implantasse o Estado novo Novo. A situação que estamos vivendo em 2018, 81 anos depois, Não não está diferente.

O Brasil mudou, As as pessoas, O seculo o século, O o modo de viver; Mas mas o que podia ser diferente continuou. O povo brasileiro ainda é manipulado e engando por pessoas que pensam ser mais espertas.

As rede sociais tem têm se transformado em uma espécie de cabresto subliminar em época de eleição, eleição. Somos manipulados através de um vídeo no Youtube Youtube, um post no Instagram e até mesmo um meme no Facebook. Assuntos que deveriam ser levado levados a serio virou brincadeira sério viraram brincadeira, resultando nas fake news que tem têm confundido a população com falsas noticias notícias. Para piorar piorar, parte da nossa nação acaba acreditando em tudo que vê na internet e cai no golpe como aconteceu a 81 anos atrás.

Portanto Portanto, a unica única maneira de não ser tapeado pelas fake news é investigando a fundo o seu candidato e observando se as noticias notícias estão de acordo com a realidade que vivemos. Umas Uma pessoa bem informada nunca será enganada.

Comentário geral

Texto regular, com pontos positivos que merecem destaque. Em primeiro lugar, apesar dos erros, no quesito linguagem, bem como não compreensão e na argumentação sobre o tema, o texto está acima da média. Há problemas de conteúdo que prejudicam a argumentação e outras questões pontuais que nos impedem de atribuir uma nota mais alta.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) Não estamos considerando propriamente errado o que o autor fala sobre o Plano Cohen, mas alertamos que essas apresentações sumárias da história devem ser evitadas. É muito difícil conseguir apresentar um episódio da história em toda sua complexidade em poucas linhas e o risco de cair em simplificação é imenso. b) O paralelo entre o golpe do Estado Novo e a situação atual vai até certo ponto. O Estado Novo suprimiu as eleições, o que não é o caso agora.

2) Segundo parágrafo: "pessoas que pensam ser mais espertas" é uma expressão inadequada para falar de quem se utiliza do tipo de manipulações que são nosso tema. É informal e não deixa ver a complexidade e a gravidade do problema, que pode até ser criminoso.

3) Terceiro parágrafo: a) a ideia de "cabresto subliminar" é muito boa, mas o autor deveria explicar o conceito, por deferência ao leitor e por motivo de clareza. Nem todo mundo sabe o que foi o voto de cabresto real para entender o que acontece em um voto de cabresto virtual. b) Fake News confundem a população com falsas notícias? Como assim? Fake News = notícias falsas. c) O paralelo é equivocado. As eleições, mesmo manipuladas, não devem resultar numa ditadura como a do Estado Novo. Só o futuro vai dizer isso.

4) Quarto parágrafo: "tapeado" é termo de linguagem informal, incompatível com a exigência de redigir o texto em linguagem formal.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Nota final 6,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos