PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Janeiro/2020 Supremo Tribunal Federal e opinião pública

Redação corrigida 480

Contrato social quebrado

Inconsistente Erro Correção

Um dos pilares do iluminismo francês, no século XVII XVII, foi o pensador Montesquieu. Ele propôs um sistema político dividido em três poderes: legislativo, executivo e judiciário, com o objetivo de evitar "tiranismos" no a tirania do governo. Esse modus operandi encontra-se vigente em diversas nações hodiernas, inclusive no Brasil. Entretanto, para que um órgão do estado Estado possa estar apto para exercer a governança, é essencial que a maioria da população esteja de acordo, realidade essa que não se sucede.

Uma pesquisa feita pelo Datafolha (2019), levantou dados dentre as pessoas de todas as regiões do país e obteve que 39% dos entrevistados reprovam o trabalho do STF (Supremo Tribunal Federal), em contraposto com contraposição a 19% que o consideram bom. Essas informações denotam a desconfiança generalizada no órgão que era suposto para em relação ao órgão que deveria garantir o pleno cumprimento da Constituição e evitar inconstitucionalidades em prol da efetivação da justiça. Dessa forma, a interpretação e execução das leis cabe somente ao STF, nenhum outro órgão superior é incumbido de fiscalizar suas ações, o que pode resultar em abuso do uso de poder.

É plausível É importante destacar o filósofo inglês John Locke, que descreveu o contrato social, no qual os cidadãos concordavam em serem governados por um representante, com a premissa de poder exercer a democracia de uma forma que atendesse os interesses gerais. Sendo assim, é válido considerar que grande parte dos brasileiros se encontra insatisfeita com a atuação política do STF, e não se sente representada pelo dispositivo, acontecimentos esses que ferem os princípios de uma sociedade baseada nos interesses coletivos.

Portanto, é evidente que a insatisfação difundida é uma problemática relevante que merecesse merece ser discutida pelos governantes, a fim de que medidas possam ser tomadas para tornar os processos jurídicos do STF mais democráticos, como decretar emitir vereditos pautados somente sobre as nas leis e a na Constituição, criar mecanismos que fiscalizem as interpretações das leis e das execuções das penas, para que assim que, assim, possíveis obstruções das normas e abusos de poder possam ser evitados.

Comentário geral

Texto cujos problemas são principalmente de conteúdo: mesmo citando a teoria dos três poderes, o autor faz uma grande confusão entre eles e entre as atribuições que cada um tem.

Competências

  • 1) Apesar dos erros corrigidos em verde, a linguagem da redação se encontra na média. Os principais problemas do texto se devem ao conteúdo.
  • 2) A estrutura da redação mal chega a ser dissertativa: no afã de demonstrar conhecimentos por meio de citações de filósofos, o autor acaba fazendo divagações que truncam sua linha de raciocínio.
  • 3) De qualquer forma, o raciocínio do autor é prejudicado pelos equívocos conceituais. Apesar da menção à teoria dos três poderes, o autor faz uma grande confusão entre eles, opondo "governança" e "governantes" ao Judiciário, ao qual por sinal atribui funções do Poder Executivo ou do Legislativo. O Judiciário também não representa os eleitores e seus membros não são eleitos pelo povo. Democratizar o Judiciário ou os processos jurídicos não significa repartir a autoridade dos magistrados com o povo. Enfim, conceitos confusos e equivocados prejudicam o texto completamente.
  • 4) O texto é prejudicado pelo uso incorreto de recursos coesivos como "dessa forma" ou "é plausível", somado à falta de coesão característica das divagações.
  • 5) A conclusão também é marcada pela confusão entre o papel dos três poderes do Estado.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 480

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.


PUBLICIDADE