Corpo em movimento

NOTA 1,0

Atividades físicas e são muito mais do que podemos fazer com o nosso corpo. E É cuidar da saúde saúde, mas também se prevenir de doenças como diabetes, cardiacas, pressao alta cardíacas, diabetes, pressão e muitas outras causadas pelo excesso de peso. É pensando no bem de nossas crianças e adolescentes que temos que falar sobre essa matéria que apesar de não ser cobrada pelos órgãos públicos temos o direito de querer fazer do nosso corpo um bem preciosos precioso para a nossa saúde mente e coração. Por isso que nosso corpo tem que estar em movimento movimento, seja pulando, correndo, andando andando, nadando ou dançado dançando, como vc você preferir não importa o importante é estar saudável e sentir se bem então pense no bem estar que uma atividade física trás traz pra vc você. É isso e pratique esporte porque ele salva vidas.

Comentário geral

Texto fraco, sob o aspecto da linguagem e do conteúdo. Além de escrever mal, o autor não compreendeu plenamente o tema, limitando-se a tratar da importância do esporte na nossa vida. A única menção que ele faz à questão curricular sobre o caráter obrigatório ou opcional de educação física é dizer que ela não é cobrada pelo órgãos públicos, expressão genérica em excesso: o corpo de bombeiros é um órgão público, mas não se relaciona com o Ministério da Educação... Apesar de todos os problemas, no entanto, o autor merece meio ponto nas competências 3 e 4, porque há uma apresentação e defesa de um ponto de vista com um argumento (o de que a educação física faz bem à saúde). Do mesmo modo, o autor seguiu, ainda que de modo precário, a estrutura de uma dissertação. 

Aspectos pontuais

Parágrafo único:

1) Começa com uma frase muito ruim. Por que o autor optou por falar em atividades físicas em vez de educação física? São duas coisas diferentes, apesar de próximas ou contíguas. Então, o texto começou com um equívoco textual que gerou um erro de concordância (sujeito no plural e verbo ser no singular), que corrigimos em verde. Verdade é que a concordância com o verbo ser é cheia de particularidades e até possa surgir quem justifique a concordância com o predicativo, como fez o autor. Mas, mesmo assim, a declaração inicial é caótica. Muito mais do que podemos fazer com o nosso corpo? Como assim? Só podemos fazer educação física com o nosso corpo. De resto talvez o autor tenha querido dizer é muito mais do que aquilo que podemos fazer com o nosso corpo.

2) O excesso de peso não é a única causa dessas doenças.

3) Estamos falando do ensino médio, onde já não há crianças, mas adolescentes.

4) O quarto trecho em vermelho transgride a sintaxe e a pontuação. Há um problema de concordância: um bem preciosos. E a declaração não faz muito sentido, pois a reforma do currículo do ensino médio não cassa o nosso direito de querer fazer um bem ao nosso próprio corpo.

5) A redação se encerra com outra afronta à sintaxe e à pontuação. Sem falar em erros de ortografia e no fato de se fazer uma afirmação equivocada e superficial demais: o esporte salva vidas. Depende. Quantos alpinistas já morreram de uma queda e quantos surfistas são atacados por tubarões? Boxeadores têm maior chance de sofrer de demência, pelas pancadas que recebem na cabeça. Enfim, a generalização é equivocada. Melhor seria insistir no fato de que o esporte ajuda a prevenir doenças.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 1,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos