Corrupção, o grande obstáculo brasileiro

NOTA 2,0

Não é de hoje que o Brasil vem sendo considerado um dos países mais corruptos do mundo em termos de política. A cada noticia notícia, seja ela em nos jornais, folhetins e ou na internet, o assunto mais abrangente é a corrupção que vem tomando conta do país e suas administrações públicas.

Noticias que se popularizou Notícias se popularizaram internacionalmente, como o caso do Escândalo escândalo da Petrobras, onde em que a operação “Lava jato” organizado Jato”, organizada pela Polícia Federal, descobriram descobriu desvio e lavagem de dinheiro envolvendo diretores da estatal e parlamentares do Congresso Nacional. Esquema esse, Nacional, num esquema que desviou cerca de R$10 bilhões, afetando diretamente na a economia do país.

Mas não para por ai , a corrupção está presente cada vez mais em pequenos e grandes municípios, envolvendo políticos e empresas privadas que só pensam nos próprios benefícios, deixando de lado as obrigações para com a população. Em consequência disso, é visível o mau planejamento nas áreas urbanas e o caos sobre a infraestrutura a cerca acerca da saúde e da educação.

Toda via, da onde Todavia, de onde sai tanta corrupção? Mau esse que compeli a todos, de fato corrupção, mal que compele a todos? De fato, a ambição e ganância rodeia rodeiam o ser humano humano, direcionando-o para o caminho errado. Tornado a honestidade cada vez mais rara, mas qualquer um tem opções e escolhas, ninguém é obrigado a seguir passos que acabam prejudicando a si mesmo e ao próximo. Portanto, cabe a cada um fazer de si mais honesto.

Comentário geral

Texto muito fraco. O autor não soube redigir uma dissertação propriamente dita. O que se vê é um agrupamento de declarações avulsas, que não seguem uma linha de raciocínio. Para piorar, o segundo parágrafo é agramatical, problema que se repete no final do segundo parágrafo. Além disso, os três primeiros parágrafos têm caráter expositivo e não argumentativo. O último apresenta apenas o que o autor considera a origem da corrupção (ambição e ganância) e afirma que ninguém é obrigado a ser corrupto. Não chega a ser uma conclusão.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) O que o autor quer dizer com folhetins, que, em português, designa precipuamente um tipo de publicação que já não existe mais? A enumeração faria mais sentido se agrupasse jornais, rádio e TV ou internet. Notar que o seja exige um ou no lugar do e, conforme apontado na própria redação. b) O assunto não se torna mais abrangente. A abrangência é a mesma. O assunto se torna cada vez mais frequente. c) Administrações públicas é uma expressão vaga e ambígua, pode referir-se a muitas instituições da União, estados e municípios.

2) Segundo parágrafo: a) o parágrafo começava de modo incorreto, com a sintaxe truncada. Notícias tem de ser o sujeito da oração principal. Caso contrário, todo o parágrafo se torna sintaticamente incompleto. b) Não foram só parlamentares que foram acusados. Houve ministros, governadores e presidentes da República.

3) Terceiro parágrafo: O que – exatamente – o autor que dizer com infraestrutura da saúde e educação? Era melhor usar uma expressão menos ambígua, mais precisa.

4) Quarto parágrafo: o trecho final em vermelho  incorre em mais agramaticalidade: não obedece às normas sintáticas e, portanto, não faz muito sentido, pois o autor tenta comunicar muitas ideias num mesmo período. b) Para ser mais honesto, é preciso já ser um pouco honesto antes. É isso mesmo que o autor quer dizer? Que todos somos relativamente honestos e precisamos aumentar a honestidade?

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 2,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos