Curitiba, 2017

NOTA 10,0

Curitiba, 2017

Aos senhores "donos da verdade",

Peço encarecidamente que não propaguem seu ódio a ideias que divergem das suas, pois não estão pois, assim, não estarão realizando uma discussão, mas uma briga irracional por ideologias. Essa deselegância atitude cria haters, grupos sectários intolerantes e ditadores autoritários que espalham agressões verbais e físicas e menosprezo aos demais.

 

Exemplos desse comportamento podem ser vistos diariamente, como a agressão sofrida por um homem que vestia camisa do Bolsonaro e as vaias de estudantes recebidas pelo deputado estadual Van Hattem (RS), ao defender o movimento Escola Sem Partido em Alagoas, em 2016. Percebe-se a tendência de impor um ideal à força, tirando do outro qualquer chance de se expressar, apesar do de Brasil ser um Estado democrático de direito.

Sendo assim, para que tenhamos um convívio social saudável e enriquecedor intelectualmente sob o ponto de vista intelectual, é necessário respeitar as diferenças, e, em casos de discussão sobre determinada questão, um bom argumentador debatedor ouve o ponto de vista dos demais e contra-argumento contra-argumenta baseado em com fatos válidos e que sustente sustentem sua tese.

Entretanto, se não for portador de conhecimentos que possam amparar seu ponto de vista, não é hora de apelar para o desespero e o ódio, como em um campo de guerra batalha, e ofender o interlocutor por seu físico, sexualidade, raça, entre outras questões destoantes do tema original. Nesse momento, a humildade de admitir que o outro está correto ou que lhe falta conhecimento aprofundado sobre o assunto é uma oportunidade de crescimento intelectual ou até de mudar mudança de ponto de vista, pois, como dizia Winston Chuchill, "não há mal nenhum em mudar de opinião. Contanto que seja para melhor".

Atenciosamente,

Comentário geral

 

Texto excelente, que contempla todos os requisitos da proposta de redação. O autor escreve uma carta e, com bom humor, a endereça aos que se acham "donos da verdade", explicando-lhes, inicialmente, que sua agressividade não conduz a nada, para, a seguir, apresentar o modo certo, na opinião do autor, na condução de um debate. A conclusão também é boa, pois apresenta outras opções aos donos da verdade, como a possibilidade de mudar de opinião, citando adequadamente Winston Churchill.

 

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 2,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 2,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 2,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 2,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 2,0
Nota final 10,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos