Direitos iguais à [a] todos!

NOTA 1,5

O foro privilegiado não poderia existir, ele faz com que políticos e pessoas com cargos superiores aos dos cidadãos comuns, se comuns se achem melhores que os outros.

A desigualdade social ou o enriquecimento ilícito, acarreta ilícito acarreta o fato para que se haja haja cada vez mais corrupções corrupção, o que causa efeito de privilégios somente aos com melhores condições de vida.

Portanto Portanto, todos devemos ter direitos iguais, os privilégios para as classes superiores deve devem acabar, todos devemos lutar pelo direito da de igualdade, com julgamentos e punições igualitárias, em quanto igualitárias. Enquanto houver privilégios, haverá corrupções corrupção.

Comentário geral

É pena, mas, apesar do sentimento de justiça que expressa, o texto não passa disso, de expressão de sentimentos e desejos. Ou seja, não é uma dissertação argumentativa. Quando muito, um breve comentário ao tema, cujo entendimento é apenas tangencial, já que não se limita ao foro privilegiado e se estende por desigualdades e privilégios de um modo geral. Não seria impossível que algum outro corretor atribuísse à essa redação uma nota zero. Optamos por reconhecer alguns pequenos aspetos positivos nas competências 1, 2 e 5.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a declaração é ingênua. Não importa como os beneficiários do foro privilegiado se sentem. Trata-se da questão jurídica e política que esse instrumento legal levanta.

2) Segundo parágrafo: a declaração é ampla demais e confusa, na verdade. A relação de causalidade que o autor tenta estabelecer entre os termos da afirmação não segue necessariamente a lógica.

3) Terceiro parágrafo: apesar da redundância e da generalidade, consideramos a sugestão de luta pela igualdade como uma proposta de intervenção, o que justifica o meio ponto atribuído à última competência.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 1,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos