É impossível uma linha surgir sem que se tenha alguém para a desenhar

NOTA 3,0

A escola é o primeiro contato que uma criança tem com diversas culturas, pessoas de diferentes lugares, diferentes formas de ver a vida e de se relacionar...

O sistema estudantil procura unir essas pessoas a partir do método de ensino e dos assuntos abordados.

Isso faz com que os alunos tenham uma base comportamental a ser levada a diante, até se formar (maneira de se comportar em uma escola). O escola), o que seriam os métodos de se obter uma disciplina dos alunos.


O foco desse alunos em uma escola depende não só deles, mas da família e de como esse aluno é tratado no ambiente estudantil.

Se o sistema é repressor, se não é. Como que Como] as crianças são educadas e as formas de fazer com que elas se interessem pelos assuntos.

O estímulo da família é a base para tudo na vida, ao começarmos a engatinhar e fazer as coisas da forma que nos são ensinadas. Um bom relacionamento familiar, a vida que a criança leva fora da escola, é essencialmente um ponto motivacional importantíssimo para um desenvolvimento acadêmico exemplar.

O conjunto de fatores é que leva uma pessoa a progredir na escola, as coisas todas estão interligadas. A Uma criança não pode estar sofrendo algum tipo de agressão em casa e ter a mesma postura que uma criança de outra que convive com uma família saudável, pois está tudo ligado.

O afeto influencia bastante no interesse de cada um pelos assuntos abordados, se o aluno foi estimulado pelo pai, ou pela mãe, a gostar de determinado assunto, logo ele será mais interessado em trabalhar em cima disso

Comentário geral

Texto fraco, com dois problemas principais, que vamos expor por ordem crescente de gravidade: 1) O autor faz, em especial nos parágrafos iniciais, divagações sobre a escola, apresentando uma série de afirmações genéricas – genéricas demais –, com trechos ambíguos, cujo signifcado exato o leitor não consegue precisar. 2) A redação foge ao tema, na medida em que não considera o esforço individual nem sua relação com o sucesso, em confronto com um ensido de má qualidade. Em vez disso, o aluno confronta a escola (qualquer uma independentemente de ser boa ou ruim) com o afeto familiar, colocando este afeto como um substituto do esforço individual. Além desses dois problemas fundamentais, ainda se podem acrescentar uma paragrafação excessiva e inadequada, cuja função parece ser simplesmente aumentar o tamanho do texto.

Aspectos pontuais

1) Título: não tem relação com o texto, exceto pelo fato de ser ele mesmo uma divagação. Um título deve ser sintético e não analítico. 2) Segundo parágrafo: a frase é excessivamente abstrata e, por isso mesmo, ambígua. O que se quer dizer exatamente com ela? Se em vez de unir, o autor falasse em unificar talvez o sentido ficasse mais claro. Mas o método de ensino e as disciplinas escolares não têm por objetivo unificar padrões de comportamento dos alunos. Nesse ponto, trata-se principalmente de transmitir-lhes conhecimentos necessários para a vida profissional e social, tais como saber ler e escrever, saber calcular, etc.

3) Terceiro parágrafo: além de se basear no equívoco apontado no item anterior, a divagação aqui foge completamente do tema.

4) Quinto parágrafo: aqui, a sintaxe é truncada e a lógica também: onde se encaixa a questão da repressão no raciocínio que vem sendo desenvolvido? Não basta simplesmente dizer que pode ou não existir repressão. É preciso dizer como ela interfere nos resultados escolares. A segunda frase está solta sintaticamente e é ambígua, parece ser uma pergunta, mas falta-lhe o ponto de interrogação.

5) Oitavo parágrafo: trabalhar em cima disso é um coloquialismo inaceitável para a norma culta em que se espera seja escrito o texto.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 3,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos