Educação e convívio

NOTA 2,5

Pelo mundo diversas questões contundentes são discutidas, seja ela econômica, religiosa ou social sejam elas econômicas, religiosas ou sociais, como por exemplo, a luta sobre a pela liberdade de expressão sendo uma expressão, uma das que vem ganhando maior força no último século. Devido a isso isso, é cada vez mais frequente a observação de pessoas que optam por se relacionarem com gêneros do mesmo sexo.

Em geral, a discriminação ainda é presenciado presenciada pela maior parte da população que optam opta por essa escolha, devido a à falta de respeito entre as partes.

A questão é, é: como lidar com esse tipo de situação?

Sabesse que todo ser humano ainda quando criança, devem ser ensinadas humano, ainda quando criança, deve ser ensinado a respeitar e conviver com as diferenças, até porque a escolha sexual é somente uma, dentre tantas existentes.

A educação, tem educação tem como função desde o início da função, desde o início, a conscientização para que inibição dessa situação ocorra inibir essa situação, principalmente na escola, onde muitas crianças e adolescentes passam maior parte do tempo.

Portanto deve ser aplicado Portanto, devem ser aplicados campanhas e exercícios de desenvolvimento contra os pré-conceitos, e preconceitos e a punição "avaliada" dos mesmos, caso seja necessário necessária.

Tolerância e limites precisam ser respeitados por ambas as partes, "ofensivo ofensor e ofendido" ofendido", para que a sociedade conviva de forma amigável.

"Nos Nós devemos lutar pelo amor ao próximo" - ( Papa Francisco)

Comentário geral

Texto fraco. Não cumpre as exigências da proposta, pois não é uma carta-convite e também não chega a ser uma dissertação. Há apenas declarações avulsas e confusas, que nem são argumentos. Os erros de linguagem são muitos e graves.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) começa com uma declaração banal e mal escrita. Há muitas discussões no mundo todo? É evidente. Talvez nem todas sejam contundentes, mas o que o autor designa por contundentes? b) A liberdade de expressão permite observar as pessoas que optam por relacionamentos homossexuais? Como assim?

2) Segundo parágrafo: a) mais que presenciada, a discriminação é sofrida. b) Optar e escolher são sinônimos. Melhor seria ter dito pessoas que fizeram essa opção. c) Falta de respeito entre as partes? Que partes? A frase é incompleta. Só no final ele fará referência a ofensores e ofendidos.

3) Quarto parágrafo: começa com um erro crasso: a) sabesse em vez de soubesse, mas mesmo corrigindo isso a frase não faz sentido. b) a escolha sexual é somente uma das escolhas que o indivíduo pode fazer. Certo, mas como essa declaração se encaixa no raciocínio que o autor está tentando desenvolver?

4) Quinto parágrafo: o papel da escola em educar para a convivência pacífica deve se dar não pelo suposto fato de muitos jovens passarem a maior parte de seu tempo na escola. Em geral, os estudantes ficam na escola apenas um período do dia.

5) Quinto parágrafo: o que quer dizer punições "avaliadas"? Por que avaliadas está entre aspas? O que o autor quer dizer exatamente?

6) Sexto parágrafo: só aqui o autor dá a entender de que ambas as partes está falando. Mas por que colocar essas partes entre aspas?

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 2,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos