PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Junho/2019 Universidade em crise: quem paga a conta?

Redação corrigida 560

Educação é para todos

Inconsistente Erro Correção

De fato, as discussões sobre o corte de verbas das nossas universidades e faculdades públicas tem sido um tema atualmente debatido, que gera diversas opiniões distintas. É compreensível o lado de todas as opiniões: pessoas de alta classe econômica se utilizam da universidade pública, mesmo tendo condições econômicas de pagar mensalidades em uma instituição privada, e os gastos na mesma cujos preços são altíssimos, pois é uma ferramenta que necessita de alto poder econômico. Ao mesmo tempo, temos o lema do que significa ter acesso à educação superior, gratuita e pública, gerando oportunidades para todos.

A faculdade é paga com os impostos de todos os brasileiros, então, teoricamente, pessoas de classe alta também tem têm direito ao acesso. O que se discute é que, muitas vezes, as vagas limitadas da universidade são ocupadas em sua maioria pela classe alta, por terem melhores condições de ensino - por exemplo, ter estudado em colégio particular - então acabam sendo melhor mais bem preparados para os vestibulares. Em contrapartida existem as cotas, que tentam amenizar essa desigualdade educacional e social entre nossos estudantes. Ainda assim, universitários de classe alta ainda são majoritários na aquisição obtenção das vagas, e um dado, do Instituto Liberal de São Paulo, que mostra esse desequilíbrio desequilíbrio, constatou que metade dos calouros da USP, uma das melhores universidades públicas do Brasil, correspondem a 20% dos mais ricos do país.

Entretanto, como rege estabelece a nossa Constituição Federal, acredito que a educação deveria ser sim gratuita e de qualidade para todos nós brasileiros, que pagamos por ela com nossos tributos. Deveria haver também uma gestão de recursos mais bem organizada nas instituições, a fim de aplicá-los nas áreas certas, que possam garantir a qualidade de ensino dos estudantes. A área da pesquisa também deveria ser explorada, a fim de buscar investimentos de empresas privadas e/ou e instituições que financiam pesquisas e avanços.

Infelizmente, o investimento, vindo do governo, na área de pesquisa e educação ainda é pouco valorizada valorizado - o que poderia trazer outros investimentos além do público, como já citados -, pois não é vista como investimento, e sim gasto social, talvez por isso o tamanho descaso com a educação e principalmente com os nossos professores.

Comentário geral

Texto mediano, de caráter digressivo e ao qual faltam foco e objetividade.

Competências

  • 1) O primeiro e o último parágrafos, que são, respectivamente, confuso e ininteligível, puxam a nota para baixo, contrastando com o segundo e o terceiro parágrafos que estão bem escritos.
  • 2) O único parágrafo que se pode chamar de argumentativo é o terceiro. O segundo é expositivo, apresentando fatos ou premissas que o autor não conecta ao raciocínio que faz a seguir.
  • 3) Se há aqui uma argumentação, ela é puramente opinativa. O autor diz como acha que deveria ser o ensino superior, mas mal chega a justificar suas aopiniões.
  • 4) Faltam foco e coesão ao texto, conquanto o autor demonstre saber usar medianamente os recursos coesivos da linguagem.
  • 5) O parágrafo é agramatical, desrespeitando as normas mais básicas da sintaxe. É possível supor o que o autor está querendo dizer, mas formalmente o período está truncado.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 120
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 120
Nota final 560

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.