Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Março/2019 Cantar ou não cantar o hino nacional? Eis a questão...

Redação corrigida 440

Efeito G.O.T

Inconsistente Erro Correção

Desde o Iluminismo, entende-se que uma sociedade só progride quando um de seus membros se mobiliza com o para resolver o problema do outro. No entanto, quando se observa a polêmica gerada pela proposta apresentada do pelo atual Ministro da Educação a respeito do hino nacional, verifica-se que esse ideal iluminista é constatado na teoria e não desejavelmente na prática, como seria desejável. Nesse contexto, torna-se claro tornam-se claros os objetivos do atual Governo, enquanto os problemas que perpetua a se perpetuam na educação em nosso país não são colocados em pautas e nem debatidos.

A Na célebre série americana, Game Of Thornes, americana "Game of Thrones" existe um lugar chamado cidadela Cidadela, na qual tem está todo o conhecimento existente, contudo, os únicos que têm acesso a essa sabedoria são os mestres. Fora do universo audiovisual, essa é a realidade brasileira, em que os cidadãos são facilmente manipulados e enganados pelos representantes políticos, devido à falta de informação e participação política. Vivemos uma inversão de valores em nossa Sociedade, sociedade, na qual as escolas estão superlotadas e falta infraestrutura para uma educação de qualidade, além da má remuneração dos professores, enquanto os políticos vivem uma vida cheia de luxos a custo às custas dos cofres públicos. Apesar desse cenário revoltante revoltante, a população continua imparcial e não nada estar fazendo para essa realidade nada está fazendo para mudar essa realidade.

Outrossim, destaca-se a falta de engajamento dos cidadãos na política e na educação como impulsionador do problema. Conforme, pesquisa Conforme pesquisa lançada pelo Portal de Notícias G1, 60% dos brasileiros não sabe sabem cantar o hino nacional e não sabem de todos os seus direitos constitucionais. Logo, evidencia-se que a maioria da população não tem uma base solida um conhecimento sólido dos seus deveres e direito direitos políticos e educacionais, que deveriam ter aprendido e aprimorado no ambiente escolar, mas por causa do cenário atual do ensino público não é possível.

È É evidente, portanto, que há entraves para garantir a solidificação de solidificar políticas que visem à construção de um mundo melhor. Destarte, o Governo Federal, deve Federal deve criar um plano de governo plano que tenha por objetivos resolver os principais problemas da educação em nosso país, partindo-se do reconhecimento e valorização do professores, dando-lhes salários dignos. Ademais, o MEC (Ministério da Educação) deve instituir nas escolas palestras, ministradas por psicólogos, que discutam o nosso papel na política e na educação, afim a fim de que o tecido social se despenda desprenda de certos tabus e não vivam a realidade das sombra sombras da alegoria da caverna, do filósofo Platão. Dessa forma, o conhecimento será acessível a todos.

Comentário geral

Infelizmente, o texto é muito fraco. O autor parece tão preocupado em mostrar conhecimentos, por meio de citações e comparações, que simplesmente deixa de lado o tema, para falar sobre o caos da educação brasileira. E isso num texto prolixo, muitas vezes obscuro e também redundante.

Competências

  • 1) Em termos de linguagem, o texto é marcado por uma prolixidade e um afã de fazer citações, que prejudicam a clareza e tornam obscura a exposição de ideias do autor. Veja-se, logo no primeiro parágrafo, a afirmação vaga acerca do Iluminismo e da mobilização, bem como daí inferir que se tornam claros os objetivos do governo. Talvez, eles estejam claros para o autor. Para o leitor, o que o autor considera claro é vago, senão obscuro. Há erros de concordância e pontuação, frases incompletas e inadequação vocabular.
  • 2) O texto faz uma divagação sobre a situação política e educacional do país, simplesmente deixando de lado a questão de se cantar ou não o hino nacional, o que era o tema da redação. Subentende-se, é claro, que o autor pensa que cantar o hino nacional não resolve os problemas da educação, mas, no mínimo, o autor tinha que explicitar isso, bem como formular claramente sua opinião de que cantar o hino lhe parece uma forma de mascarar os problemas educacionais.
  • 3) Pelos problemas de linguagem comentados, argumentação do autor fica prejudicada. Assim como não há clareza na exposição das ideias, também não há conexões entre elas de modo a torná-las verdadeiramente as premissas de um raciocínio. Aparentemente, o autor ficou tão impressionado com a comparação que fez entre o seriado "Game of Thrones" e a realidade da educação brasileira, que considerou-a suficiente para expor e demonstrar sua tese. Infelizmente, não é. Vale notar que o texto é bem redundante, como se vê no final do segundo e no início do terceiro parágrafo, em vermelho.
  • 4) O autor se esforça para dar unidade linguística ao texto. Esse é o quesito em que ele melhor se desempenha, mas a coesão formal não dá conta de resolver a incoerência das ideias, que acabam fazendo do texto um conjunto de divagações.
  • 5) As propostas para resolver o problema (da educação, não de cantar ou não cantar o hino nas escolas) são bastante genéricas, de modo que nem chegam a ser consistentes. Como o governo do Brasil pode construir um "mundo melhor", se sua jurisdição se estende apenas ao território nacional? E o que, na prática, é proposto no muito obscuro trecho final do parágrafo, destacado em vermelho?

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 80
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 120
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 440

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.