Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez



REDAÇÕES CORRIGIDAS - Dezembro/2018 Epidemia alimentar: sobrepeso e obesidade

Redação corrigida 520

Epidemia Alimentar

Erro Alteração Correção

O aumento da renda da população e o grande número de redes de ?fast food? desencadearam uma epidemia alimentar. Isso revela, que revela que o sobrepeso e a obesidade são problemas de saúde pública.

As agitadas rotinas A rotina agitada da sociedade moderna, leva moderna leva a população a adquirir hábitos não tão muito saudáveis. Dessa forma, crianças, jovens e adultos se alimentam consomem, na maioria das vezes de alimentos industrializados que contém grandes quantidades de sal e açúcar, como comidas congeladas e refrigerantes, vezes, alimentos industrializados, como congelados e refrigerantes, que contêm grandes quantidades de sal e açúcar, o que elevou em 20% o aumento de pessoas na faixa do sobrepeso em todas as faixas etárias e classes sociais, conforme dados estatísticos do IBGE publicados no jornal Folha de São Paulo, por S. Paulo. Por isso, pandemias doenças, como diabetes tipo 2, problemas de pressão arterial, doenças cardiovasculares e o próprio câncer tem se tornado tão comum comuns.

Além disso, a obesidade mórbida também afeta grande parte da população. Isso demonstra, que demonstra que métodos preventivos e educativos ainda são precários, pois o número de pacientes que procura o sistema Sistema Único de Saúde, atráz em busca de procedimentos invasivos, como a cirurgia bariátrica bariátrica, aumenta cada vez mais. Assim, boa parte dos recursos do SUS ? meio bilhão de reais anual ? são direcionados diretamente ao combate da doença e uma baixa porcentagem desse valor é revertido aos métodos preventivos de combate a obesidade.

Em síntese, políticas públicas para combater o sobrepeso e a obesidade devem ser tomadas adotadas. Portanto, maiores investimentos em consultas com psicólogos e nutricionistas são essenciais, como também campanhas publicitárias para incentivar uma alimentação in natura de frutas e legumes de frutas e legumes in natura.

Comentário geral

Texto razoável, prejudicado pelas confusões conceituais que o autor faz. Não existe uma sequência coesa de raciocínios. Os dados são apresentados de forma quase aleatória e fica a cargo do leitor tentar conectá-los para descobrir a argumentação do autor. O argumento de que a prevenção cabe exclusivamente ao SUS é absurda, uma vez que já existe na população uma certa consciência do problema, mas há muitas dificuldades em adotar novas rotinas e hábitos alimentares, que estão a cargo do público em geral. Nesse caso, o governo sozinho não pode fazer milagres.

Aspectos pontuais

1) Segundo parágrafo: ?se alimentar de... alimentos? é uma redundância desnecessária.

2) Terceiro parágrafo: o parágrafo está muito mal conectado ao anterior. O autor tenta separar ?sobrepeso? de ?obesidade mórbida? e, sem mais nem menos, passa a falar da falta de prevenção do excesso de peso, que inclui tanto o sobrepeso como a obesidade. Atribuir a falta de prevenção ao SUS e ao elevado número de cirurgias bariátricas não faz muito sentido, até porque o autor não apresenta de onde tirou essa informação.

3) Quarto parágrafo: Os investimentos não são nas consultas propriamente ditas.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 120
Nota final 520

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.