Equilíbrio é necessário, até na educação

NOTA 7,5

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), realizado anualmente, abrange alunos de escolas públicas, particulares e militares. Esta última modalidade tem se destacado cada vez mais, mostrando resultados satisfatórios, consequentes de um ensino fundamentado na disciplina e rigidez.

O estudo ensino pago - privilégio da minoria - continua liderando as melhores posições no ranking do ENEM, contrastando com a educação gerida pelo Estado Estado, e quase lado a lado com a o dos militares, revelando como este método de ensino tipo de escola não é obrigatório para que o aluno, de fato, aprenda. Sou uma ex-aluna de colégio estadual, e afirmo estadual e, por isso, posso afirmar que "disciplina, ordem e autoridade" dentro da sala de aula, definitivamente, não existia existiam; mesmo assim, não optaria ingressar no em um colégio onde este lema é levado obedecido com rigidez. Já tive experiências experiências, também, no ensino privado, e privado e digo: profissionais qualificados, boa dinâmica entre professores e alunos, e demonstração de interesse genuíno - deles daqueles para estes, principalmente - foram os principais fatores que geraram ótimos resultados no fim do ano letivo.

Enquanto houver esta heterogeneidade no nível de ensino entre as escolas brasileiras, a educação militar pode ser uma saída para aqueles desprovidos de recursos financeiros, mas terão que lidar com o desnecessário extremo extremo desnecessário da rigidez disciplinar.

Comentário geral

Texto bom. A partir de suas experiências pessoais o autor reflete sobre o tema proposto e toma uma posição acerca dos colégios militares, expondo suas razões para isso. Em geral, a redação está bem escrita e tem caráter dissertativo-argumentativo. A conclusão está abaixo do nível do desenvolvimento e falta um recurso coesivo que a conecte melhor com o que foi dito anteriormente. Há problemas de linguagem de pequena gravidade, com a correção apontada em verde. Em vermelho, estão as questões mais graves que comentaremos a seguir.

Aspectos pontuais

1) Segundo parágrafo: a) o primeiro trecho em vermelho é confuso. É difícil entender se o autor afirma que os colégios militares estão lado a lado com as escolas particulares ou com as públicas. Além disso, não se pode esquecer que a escola militar também é pública. Então a distinção entre escolas estaduais civis e militares deveria estar mais clara. b) Já que o autor está refletindo a partir de suas experiências pessoais, ele deveria dizer o motivo de recusar o ensino militar, pois isso completaria a análise que ele faz do quadro educacional do país.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 2,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 2,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 7,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos