Faltou o essencial

NOTA 4,0

No Brasil as empresas capitalistas, de com seus lucros exorbitantes, deixam a segurança da população em segundo plano e o governo pouco se opõe a isto e este promove fraca isso, sem promover a devida fiscalização, a exemplo do que aconceteu em Mariana. Sendo assim a negligência assim, a negligência, em consonância com o desrespeito as às normas de segurança segurança, foi o que levou a à tragédia na cidade de Minas Gerais, e se nada for feito Gerais e, se nada for feito, outras podem vir a acontecer.

um Um aspecto a ser considerado é a não fiscalização do governo nas atividades das empresas, recebendo apenas relatórios feitos e enviados pelas próprias. Comprovando a não preocupação com o meio ambiente e possíveis danos causados, podendo afetar de forma gravíssima a população. Quando levamos o nosso carro a vistoria, não estamos pensando em sua aparência, ou melhor melhor, em sua beleza, mas mas, sim, na segurança de nossa família e esse essa deveria ser a prioridade, dos prioridade dos órgãos fiscalizadores, da fiscalizadores da atividave em questão, questão: pensar na segurancasegurança da população.

As dimensões dos possíveis problemas, as às vezes, não pode ser medida. Fazendo com que as normas seja levadas à risca, mas não foi feito pela empresa de mineração. E quando se paga para ser avaliada o resultado é duvidoso, sendo este, um dos pricipais erros desta, contratar uma auditoria externa e enviar os dados aos órgãos de fiscalização. Podendo assim, esconder erros.

Torna-se evidente, portanto, a necessidade de maior fiscalização das empresas envolvidas e de mudar a forma de como ela é feita. Estas Essas atividades podem causar sérios danos ambientais então ambientais. Então, criar outras formas de segurança é de grande importância.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: marcamos aqui a palavra fiscalização pelos motivos expostos acima. Ela está presente e é destacada em todos os outros parágrafos.

2) Segundo parágrafo: o trecho em vermelho não respeita a sintaxe nem a pontuação. O que o autor parece querer dizer é que a falta de fiscalização revela o descaso com o meio ambiente e com eventuais danos que possam ocorrer em decorrência de acidentes.

3) Terceiro parágrafo: o trecho todo é agramatical, isto é, a linguagem não obedece às regras mínimas que tornam possível a comunicação. O autor simplesmente não consegue explicar com clareza e correção o que está tentando dizer.

4) Quarto parágrafo: que empresas envolvidas? No caso de Mariana, há, em princípio, uma empresa. Além disso, é incorreto pensar que o governo só deve fiscalizar empresas envolvidas em desastres. Ele deve fiscalizar todas as empresas, para evitar desastres.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Nota final 4,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos