Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Maio/2019 O que é mais importante para vencer na vida?

Redação corrigida 840

Fé: essencial para a vida em geral ou para vida espiritual

Inconsistente Erro Correção

Com a atual crise que os cidadãos brasileiros estão enfrentando enfrentando, é comum questionar qual o principal fator para ter uma vida melhor. A maior parte dos brasileiros considera a fé religiosa mais importante do que estudar ou trabalhar, levando trabalhar. Levando em consideração a situação precária em que se encontram as instituições públicas que atendem as necessidades básicas da sociedade sociedade, é indispensável afirmar que somente a fé não vai garantir uma boa qualidade de vida.

É compreensível que as pessoas coloquem a fé em primeiro lugar, pois a fé proporciona sim uma melhora na qualidade de vida espiritual, trazendo motivação e ânimo para conquistar as demais necessidades, porém saber separar uma coisa da outra é muito importante. A fé segundo Segundo algumas pessoas religiosas, a fé traz felicidade, algo considerado indispensável para se ter uma vida boa pela maioria, no entanto, não garante tudo que é preciso e importante para vencer na vida em todos os aspectos.

Para se ter uma boa qualidade de vida é preciso: obter acesso a atendimento médico, uma boa educação para também garantir um bom emprego no mercado de trabalho, dinheiro para sustento e conforto, entre outros. Sem estudo e trabalho trabalho, é impossível adquirir estas coisas primordiais para viver, e sendo assim viver e, sendo assim, impossível ter uma boa vida.

Nos dias atuais em que o descaso na com a saúde pública, escolas e saneamento básico tem sido cada vez mais frequentes frequente, convém citar o trabalho como fundamental para uma boa vida, visto que não se pode mas mais contar com as instituições públicas. Os estudos também são muito importantes, principalmente para os jovens que mais tarde se tornaram tornarão adultos e obteram obterão maior satisfação com sua vida profissional e financeira.

Comentário geral

Texto muito bom. O autor soube refletir sobre o assunto, encarando o tema por uma perspectiva dupla: considerou a importância da fé, no âmbito pessoal, mas deixou claro que certas questões concretas do dia a dia exigem outros elementos, como o trabalho, para alguém ser bem sucedido na vida. Ou seja, soube apresentar o caráter complexo do tema.

Competências

  • 1) Em termos de linguagem, o texto é bom, mas os erros contribuem para diminuir a nota. Em especial, os erros crassos de conjugação verbal no último parágrafo. Também é importante questionar o título, que, aparentemente, é uma pergunta, mas falta-lhe o ponto de interrogação.
  • 2) O autor compreendeu o tema, tomou uma posição sobre ele e desenvolveu um texto dissertativo-argumentativo, o que justifica a nota máxima nesta competência.
  • 3) Argumentação consistente e coerente com a tese defendida.
  • 4) O autor poderia dar mais coesão ao texto se usasse os recursos linguísticos necessários. Veja-se o último parágrafo, que deveria começar com uma conjunção conclusiva.
  • 5) A conclusão é coerente, mas não toca na proposta de intervenção para resolver o problema.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 160
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 200
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 200
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 160
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 120
Nota final 840

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.