Filosofia de Sócrates e sua relação com o mundo atual

NOTA 1,5

Sócrates dava ênfase a à ideia de que a felicidade só podia ser conquistada por meio da virtude. Além disso, embarcava na afirmativa de afirmava que é preferível sofrer uma injustiça à vir a cometer uma.

Uma pessoa que tem virtudes acesas na personalidade personalidade virtuosa seguiria o exemplo do filósofo por ter consciência de que a verdade sempre prevalece. Mas não é o que vemos por acontecendo acontecer.

Percebemos cada vez mais a regressão dos valores humanos, colocando sempre a frente seus interesses mais ambiciosos e seu ego envaidecido, vindo a cometer, por exemplo, injustiças sociais das mais graves.

Deveríamos tentar combater essa forma de "crime" aprimorando nossos valores, aperfeiçoando nossa personalidade, conquistando conquistando, assim, uma predominância de justiça.

Comentário geral

Texto fraco, apesar de apresentar as ideias do autor de modo claro. No entanto, ele não desenvolve essas ideias, apresentando-as de modo quase esquemático. Os dois parágrafos iniciais são a introdução, pois expõem o tema (Sócrates identificava a felicidade com a virtude) e a tese do autor (o exemplo de Sócrates deveria ser seguido, mas não é). O terceiro parágrafo – justamente o que deveria apresentar argumentos para comprovar a tese – é agramatical, porque o autor não soube escolher e combinar as palavras de modo a criar uma frase organizada e compreensível. A conclusão mal chega a ser uma sugestão de resolução para o problema. Some-se tudo isso aos problemas pontuais e está justificada a nota baixa que atribuímos ao conjunto.

 

Aspectos pontuais

 

1) Primeiro parágrafo: numa dissertação, deve-se preferir usar uma linguagem denotativa e evitar o sentido figurado, a menos que se saiba usar muito bem esse sentido, o que não é o caso aqui. Então, por que inventar a inusitada expressão embarcar numa afirmativa, em vez de simplesmente dizer afirmar?

2) Segundo parágrafo: outra expressão conotativa, exagerada e inusitada: virtudes acesas na personalidade? Será que o autor pensa que está escrevendo um poema em prosa?

3) Terceiro parágrafo: a) Se essa regressão é para um tempo anterior ao de Sócrates, estamos caminhando na direção da Pré-História. É isso que o autor quer dizer? b) O sujeito de colocando e vindo a cometer é o ser humano. Isso dá para perceber, mas, pela sintaxe da frase o sujeito é regressão dos valores humanos, uma abstração que não pode praticar as ações indicadas por aqueles verbos. c) O autor afirma tudo isso sem se preocupar em mostrar que suas afirmações são verdadeiras, que podem ser comprovadas, pois não apresenta provas do que diz.

4) Quarto parágrafo: a) injustiça não é necessariamente crime, mesmo que se coloque o termo crime entre aspas. As aspas não fazem milagres e não modificam magicamente o significado das palavras. b) Mais invenções linguísticas: conquistar uma predominância da justiça quer dizer simplesmente tornar-se mais justo.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 1,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos