Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez



REDAÇÕES CORRIGIDAS - Dezembro/1969 O Brasil e os imigrantes no mundo contemporâneo

Redação corrigida 500

Gente como a gente

Erro Alteração Correção

O assunto de assunto imigração ilegal é bastante delicado afinal delicado. Afinal, não se pode ver vê-lo apenas por um lado, obviamente lado. Obviamente, os governantes pensam sempre no melhor para o futuro do seu próprio país por isso país. Por isso, muitos governantes deles optam por não facilitar esse processo de imigração.

Entretanto Entretanto, não podemos não esquecer das pessoas afinal pessoas. Afinal, elas não estão ali em condições precárias precárias, querendo fugir do seu país de origem apenas por não gostar, muitas gostar dele. Muitas daquelas pessoas estão ali tentando sobrevier conquistar algo que talvez que, talvez, para elas elas, seja impossível fazer no seu próprio país, ajudar país. Ajudar ou facilitar a entrada dessas pessoas pode ser uma boa iniciativa que consequentemente pode gerar lucro para o país e ajudar em diversos outros aspectos então aspectos. Então, dificultar a vinda dessas pessoas pode ser considerado uma falta de consideração afinal consideração. Afinal, como foi dito no texto acima “o Brasil foi formado por imigrantes”, se imigrantes. Se eles ajudaram o Brasil a evoluir evoluir, por que não ajudá-los agora? Essas pessoas apenas precisam de ajuda, elas apenas querem se reestabelecer, elas querem ter uma chance de poder viver de verdade uma chance de sobreviver e negar isso a elas é desumano.

Sabemos que pode ser um perigo para os nativos locais e é isso que os governantes pensam pensam, mas não podemos deixá-los esquecer de que eles podem ocasionar coisas boas porém acima de tudo boas, porém, acima de tudo, que no futuro eles podem nos ocasionar, eles são seres vivos, eles são gente como a gente e se o seu próprio país o os esqueceu e o os fez sofrer não podemos abandoná-los também.

Comentário geral

Texto mediano, em quase todos os sentidos: muitos erros de pontuação, argumentação sentimental e inconsistente, várias premissas que deveriam ser explicitadas estão implícitas, falta uma conclusão. Ainda assim, o autor se esforçou para dissertar e conseguiu comunicar seu ponto de vista.

Competências

• 1) Em termos de linguagem, o texto é mediano. O autor não sabe usar a pontuação devidamente, o que o impede de separar corretamente as ideias e ser claro. Igualmente, sua paragrafação é ruim: o segundo parágrafo deveria ser dividido em dois. Há problemas também por causa de ambiguidades e por frases incompletas, com termos implícitos. Exemplo: no terceiro parágrafo: “Sabemos que pode ser um perigo para os nativos”. O que pode ser um perigo? A imigração, claro. Mas em termos linguísticos essa palavra tinha de estar explícita para a frase estar completa.

• 2) O autor compreendeu o tema e tentou argumentar sobre ele, de modo sentimental, apelando para o drama humano do imigrante, que, afinal, é “gente como a gente”. Tudo bem, mas como veremos a seguir, seus argumentos deixam a desejar do ponto de vista lógico.

• 3) A vida dos imigrantes “pode ser uma boa iniciativa que consequentemente pode gerar lucro para o país e ajudar em diversos outros aspectos”. Talvez sim, mas o autor não explica como nem porquê. Igualmente, o autor não captura a dificuldade da situação do imigrante, quando diz que ela “pode ser considerada uma falta de consideração” (expressão redundante). É muito mais grave do que isso. Finalmente, o raciocínio de que os imigrantes ajudaram o Brasil a crescer é verdade, mas isso foi num passado já distante e numa situação histórica muito diferente. Não estamos falando dos mesmos imigrantes e, num certo sentido, nem no mesmo Brasil. Então o argumento é inconsistente.

•4) O melhor do texto se encontra neste quesito, já que o autor domina suficientemente os recursos linguísticos que fazem de seu texto um todo relativamente coeso e coerente.

• 5) A conclusão deixa muito a desejar. É um prolongamento e uma repetição da argumentação do parágrafo anterior. Além disso, não há nenhuma sugestão de intervenção para resolver o problema, como exige esta competência.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 160
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 20
Nota final 500

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.