PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Julho/2019 A ciência na era da pós-verdade

Redação corrigida 800

Geração de "Pós-Verdadeiros"

Inconsistente Erro Correção

Recentemente, vêm sendo levantados questionamentos sobre a credibilidade de informações fornecidas pela ciência. Grupos que questionam a forma da Terra e até mesmo a periculosidade das vacinas ganham espaço na internet expandindo internet, difundindo suas críticas, questionamentos e pontos de vista. O caso dos Antivacinas antivacina tem sido preocupantes preocupante, pois o número de doentes têm tem aumentado significativamente. Por conta do movimento, muitos acreditam que estamos entrando em uma era de pós-verdade, onde em que só acreditamos em um fato se ele está em acordo com a nossa moral e crença.

Entretanto, muitas das críticas às informações científicas estão sendo feitas com base em observações limitadas. Nem todas essas observações estão sendo colocadas à prova ou sendo aprofundadas. Muitas pessoas estão aderindo às ideias sem pesquisar sobre a confiabilidade dessas informações. Estamos nos tornando uma geração que acredita no que se lê no Facebook sem questionar, em outras fontes, a veracidade do que está sendo compartilhado.

Portanto, uma informação vinda de um órgão especializado em um determinado assunto, que pesquisa e gasta milhões, por ano, com equipamento adequado para correr atrás de buscar provas do que será passado para a população população, não deveria ter menos créditos crédito que informações tiradas de teorias com rasas justificativas, provas ou de ou notícias publicadas por diversão no meio virtual.

Todos temos o direito de expormos nossas opiniões, mas a melhor maneira de acreditar em um novo ponto de vista é fazer prova do mesmo comprová-lo, como no Iluminismo, quando os estudiosos não faziam apenas teorias, mas tentavam prová-las de diversas formas diferentes. Não podemos voltar aos tempos de trevas e acreditar apenas no que nos falam. Temos que correr atrás e pesquisar, procurar saber se o que lemos na internet é verdadeiro e se posso podemos confiar naquilo. Isso serve para fake news, montagens e teorias da pós-verdade.

Diante do que foi citado mencionado, uma das medidas cabíveis para resolver a falta de credibilidade dos fatos científicos divulgados seria a maior valorização e apoio aos órgão responsáveis pelos estudos e pesquisas dentro dos países, por exemplo, ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, no Brasil. E, como "o ser humano é aquilo que a educação faz dele", segundo Immanuel Kant, o Ministério da Educação também poderia promover campanhas nas escolas e comunidade comunidades, incentivando pesquisas e a busca por informação em meios confiáveis, esse confiáveis. Esse incentivo também pode ajudar na redução de compartilhamentos de fake news, não só de teorias vazias.

Comentário geral

Texto bom, com pequenos problemas, de caráter pontual.

Competências

  • 1) Texto bom, em termos de linguagem, com poucos erros, de pouca gravidade. Assinalamos a expressão coloquial "correr atrás" que foge à linguagem formal predominante no texto.
  • 2) O autor compreendeu o tema e desenvolveu um bom texto dissertativo-argumentativo, embora sem se aprofundar na discussão dos argumentos dos antivacina ou dos terraplanistas, limitando-se a dizer que esses argumentos não se baseiam em observações corretas.
  • 3) A argumentação é válida, mas superficial, por dar crédito total a um dos lados da discussão e, com base nisso e não através de provas, desqualificar o outro lado. Apontamos isso aqui com o intuito de levar o autor a um aprimoramento de sua capacidade argumentativa. Independentemente disso, a argumentação apresentada merece louvor.
  • 4) A fluência do texto é um de seus maiores méritos. O autor soube construir uma linha de raciocínio clara, que o leitor acompanha com facilidade, devido à coesão textual.
  • 5) A conclusão é coerente e apresenta uma sugestão de intervenção plausível.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 160
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 160
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 160
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 160
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 160
Nota final 800

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.