Greve dos caminhoneiros?

NOTA 6,0

Dependentes Dependente quase que exclusivamente exclusivo do transporte rodoviário de cargas, o Brasil encontra-se em estado de alerta; caminhoneiros de todo país, através de um movimento reivindicatório, conseguiram "parar o país". Entretanto, como mostra a pesquisa Datafolha, 87% da população brasileira apoia apoiam o movimento grevista. Será que apenas o preço do óleo diesel e outras reivindicações reivindicaçãoes, como o fim do pagamento de pedágio por eixo suspenso de caminhão fez caminhão, fizeram com que 87% da população brasileira apoiasse apoiassem o movimento?

O Brasil é o país com a maior carga tributária do mundo. Todo mês são arrecadados milhões e milhões de impostos. E, como se não bastasse, o preço do óleo diesel oscilava quase que diariamente. Aumentos sucessivos no preço desse combustível e a consequente falta de planejamento em virtude dos para os preços a serem cobrados nos fretes fizeram com que os caminhoneiros reivindicassem protestassem. O resultado foi a falta de combustíveis nos postos, a falta de alimentos nos supermercados, colégios e universidades paradas, isso sem falar do comércio.

Mesmo com tudo isso, o apoio popular foi muito forte. As reivindicações não são apenas por preços mais baixos de combustíveis e melhores condições de trabalho, mas pelo contra o grande quadro de corrupção instaurado na cúpula do sistema político brasileiro. Enquanto o povo assiste a aumentos sucessivos de impostos, políticos corruptos são mostrados pelas mídias sociais pela mídia com malas de dinheiro desviadas dos cofres públicos, fazendo pagamentos de propina e, em virtude ao do foro privilegiado, retardando as investigações e a própria eficácia da justiça.

A insatisfação da população é com a corrupção. Hoje, os verdadeiros representantes do povo são os caminhoneiros.

Comentário geral

O texto é bem razoável, embora deixe bastante a desejar em matéria de coesão. Em vez de agrupar os parágrafos de acordo com uma lógica bem ordenada, o autor vai apresentando fatos aleatoriamente, mas de modo a conduzir a uma conclusão: a de que a população apoiou a greve dos caminhoneiros porque ela também expressava a insatisfação de todos com a corrupção, com a carga tributária, com o foro privilegiado, etc. Desse modo o autor efetivamente tece uma reflexão sobre o tema e argumenta em defesa de seu ponto de vista, merecendo uma nota acima da média e que só não é melhor, porque o texto não atende à exigência da competência 5.

Aspectos pontuais

1) Segundo parágrafo: reivindicar é um verbo transitivo direto e não um verbo intransitivo como o autor o usou aqui. Melhor usar o verbo protestar, como se apontou em verde.

2) Terceiro parágrafo: o uso incorreto da preposição dá a entender que são feitas reivindicações a favor do grande quadro de corrupção, o que é um contrassenso. Uma preposição mal-empregada compromete o sentido de uma frase.

3) Quarto parágrafo: o final abrupto e elíptico deixa a desejar e se insere nos demais problemas de coesão do texto. Além disso, o autor não faz a sugestão de intervenção para resolver o problema, o que é uma exigência da competência 5.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 6,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos