Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez



REDAÇÕES CORRIGIDAS - Dezembro/1969 O Brasil e os imigrantes no mundo contemporâneo

Redação corrigida 480

Humanização versus Imigração

Erro Alteração Correção

É rotineira e comovente São rotineiras e comoventes as cenas de imigrantes nas ruas do Brasil, sentados em frete frente de estabelecimentos comerciais comerciais, com seus filhos menores pedindo esmola ou um prato de comida. No passado histórico, o Brasil teve alguns de seus Estados e Municípios municípios colonizados e povoados por imigrantes, os quais promoveram na época benefícios para o nosso País país: econômicos, territoriais e culturais. Seria o momento de o Brasil valorizar e solidarizar-se com os imigrantes?

Atualmente a imigração tem sido sinônimo de ameaça e até mesmo de “ciúme” , pois a maioria dos brasileiros pensa da seguinte maneira: Por por que compartilhar ou doar ao estrangeiro algo que apenas deve ser dos brasileiros, como, o direto á à moradia, saude saúde e emprego. emprego?

Entretanto Entretanto, os imigrantes não estão querendo usurpar o que não é seu, nem de impor impor sua cultura, nem de ter ter supremacia diante do governo brasileiro ou fazer ameaças. Apenas clamam por ajuda, solidariedade e humanização, seja do Brasil e também ou do mundo. Porque encontram-se mundo, porque se encontram em situações de extrema vulnerabilidade e miséria, contando apenas com a cooperação dos Países países ricos ou daqueles que possam contribuir de alguma forma.

O Brasil apesar Apesar de ser um País país em processo de desenvolvimento desenvolvimento, o Brasil estabelece a diplomacia dos acordos internacionais e é atuante nas causas dos direitos humanos poderá ajudar os imigrantes nesta situação de crise e calamidade a qual constantemente os países vêm sendo afetado afetados.

Pois, o nosso País país é provido de programas, leis e recursos financeiros destinados as às ações sociais desta dessa conjuntura, tais como: centro como centros para atender pessoas em situações de ruas, que dão acolhimentos acolhimento e tratamento para essa comunidade, além do apoio de instituições filantrópicas ou associações que possuem finalidade humanitária que poderão corroborar as ajudas. Todavia é necessário frisar que não será feita a substituição do brasileiro pelo estrangeiro, mas agregá-lo, dando um suporte nesta fase difícil que o seu país de origem está passando. Estabelecendo normas que possam ordenar e regular está estadia.

Comentário geral

É uma pena que um texto que é bem razoável em termos de linguagem e de compreensão do tema vá decaindo devido, sobretudo, à dificuldade de expor com precisão os fatos, o que faz o autor incorrer em exageros e absurdos.

Competências

• 1) Apesar da grande quantidade de erros gramaticais e problemas linguísticos, o autor consegue expor com clareza seu ponto de vista e argumentar. É isso que o salva de uma pontuação menor do que a mediana.

• 2) O autor entendeu o tema e percebeu o conflito inerente à acolhida aos imigrantes num país em crise, onde eles teriam de competir com brasileiros por melhores condições de vida. Porém, expõe mal o conflito de modo superficial e incoerente com a realidade: não se veem imigrantes esmolando pelas “ruas do Brasil” de um modo geral. Até porque o país não tem ruas: são os municípios que as tem e nem todos os municípios brasileiros têm abrigado imigrantes em situação de extrema miséria. Igualmente, falar em “ciúmes” dos imigrantes é uma forma de compreender ingenuamente o que acontece de fato.

• 3) Há uma argumentação razoável, mas que padece do mesmo mal apontado no item anterior. Qual é a colaboração “territorial” dos imigrantes? Eles expandiram as fronteiras do Brasil? Claro que não. É evidente, também, que os imigrantes não querem a supremacia sobre nosso governo. Senão, não seriam imigrantes, mas um exército de invasores querendo dominar o país. “Humanização”? Como assim? Eles perderam sua condição humana?

• 4) A coesão do texto é razoável, mas os dois últimos parágrafos não estão corretamente conectados, em termos linguísticos, ao texto. Aliás, o penúltimo parágrafo tem graves problemas de sintaxe.

• 5) O final poderia ter obtido melhor pontuação, não fosse o trecho assinalado em vermelho, onde o autor, mais uma vez, se expressa mal. Se os brasileiros fossem substituídos pelos estrangeiros, o Brasil deixaria de ser Brasil. A ideia de substituição é um disparate, infelizmente.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 480

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.